segunda-feira, 1 de março de 2010

"Com quem será? Com que será ? Com quem será que a Lucy vai casar?"



Sim, sou metida a pseudo-intelectual. Sim, tenho todos os preconceitos literários possíveis e imagináveis. Sim, não leio Paulo Coelho nem que me paguem. No entanto, me rendi a um delicioso livro de mulherzinha, " Casório?!", da Marian Keyes.


Já havia tentado ler dois outros livros dessa autora que Deus e todo mundo ama, mas não consegui por nada nesse mundo. " Melancia" é neurótico e ensandecido demais pro meu gosto. rsrs Fiquei totalmente perdida já no primeiro capítulo. " É agora ou nunca" parece não ter fim, com suas mocinhas autodestrutivas e todo um dramalhão mexicano. Não rolou.

Daí que eu tava olhando um livro e outro numa livraria e dei de cara com " Casório?!". Gostei da sinopse, mas não ia pagar quase 50 reais por ele NUNCA rs. Então, baixei da internet e, agora, cá estou viciadinha nele.

Gostar desse livro deve ter algum significado oculto para a compreensão dos minhas muitas maluquices rsrs, porque me identifiquei por demais com a mocinha, Lucy Sullivan. Temos quase a mesma idade, amamos reclamar da vida, temos pouco dinheiro no banco e outras coisitas mais que só lendo e me conhecendo pra saber. Haha Até parece que Lucy não é um estereótipo das jovens mulheres contemporâneas. Eu e todo mundo nos identificaríamos com ela!!!!!

Talvez o que tenha me fisgado foi o humor ( bem menos ácido do que vi no primeiro capítulo de " Melancia") e o mocinho da história. Hum, bem, não posso contar quem é o mocinho porque estraga a surpresa... Ah, que nada!rs Dá pra sacar de cara quem o moço com que Lucy vai se casar. Ah, sim, claro, Lucy vai se casar. É o que afirma uma taróloga que ela e as colegas do trabalho consultam. O noivo será um alguém que Lucy julga não ter nada ver com ela... Lucy , óbvio, vai ficar se perguntando quem é o tal rapaz? A resposta é um clichezão, mas um clichezão muuuiiito fofo!!!

O arquivo de PDF que baixei tem mais de 800 páginas, mas nem deu pra cansar. Fiquei tão envolvida com as sandices de Lucy ( ah, ela ganhou um lugar no meu coração ao lado da Bridget Jones) e deliciada com os momentos que ela compartilha com o mocinho (um mocinho assim quero pra mim! rsrs) que, quando me dei conta, o fim de semana e parte da minha segunda -feira já tinham acabado.

Bem, agora vou voltar a ler o " Clube do Filme", que é, de fato, muito, muito bonito.
 
 
P.s.: Lia, fã do nosso amigo Fernando, o mocinho da Lucy é igualzinho ( ou até melhor ) que o mocinho da Amanda. rsrsrsrs

3 comentários:

Lia disse...

Ai, ai,ai....

Vou correndo atras deste livro...rs
Melhor que o Fernando, tem que ser mtbom!!

Me manda??

bjs

Cíntia Mara disse...

Já tô até vendo... Lia lê a última frase desse post e sai correndo pra livraria, ou melhor, vai direto pro google procurar onde tem esse livro pra baixar, kkkk.

Tenho vontade de ler os livros da Marian porque todo mundo fala dela, mas não porque algum deles tenha feito os meus dedinhos coçarem de vontade comprar. (Tá, tirando o box de Melancia, Férias e Sushi, porque eu adoro boxes; e o pocket de Melancia, porque eu adoro pockets, rsrsrs. Mas não comprei.). O "Tem alguém aí?", que eu comecei a ler outro dia na livraria, enquanto esperava meu cunhado chegar, parece ser legal.

Pelo q vc comentou no msn outro dia, é beeeeem clichê mesmo, rsrsrsrs. Não é do tipo que chama muito a minha atenção, principalmente depois q vc falou do mocinho. Quer me convencer a ler um livro? Diga que o mocinho traiu a mocinha, fugiu de casa, acabou de sair da cadeia ou qualquer coisa parecida, rsrsrsrs. Ou que é viciado em trabalho e não tem tempo pra ela. Deve ter alguma explicação pra eu gostar desses tipos, isso não é normal, kkkkk.

Ah, eu não tenho taaantos preconceitos, mas... Paulo Coelho? Nem pensar!

Bjos

Chico Mouse disse...

Minha namorada é viciada nos livros da Marian, hahahah! Até eu confesso que li "Melancia"... gostei e tals. Mas é muito "coisa de menina" pro meu gosto, hahahhaah! (vc entende...) :P