quinta-feira, 18 de março de 2010

" Não quero nada que faz doer/ Quero amar o mundo/ Quero amar você"


 Isadora Medella, Fernanda Gonzaga, Paula Leal e Amora Pêra



Sou do tipo teimosinha. Você me diz assim: " Ju, isso é ótimo ! Tu vai amar! É a tua cara" . Eu respondo com delicadeza: " Ih, nem vem! Sei que não vou gostar dessa tranqueira." Além de teimosa, sou muito " gentil" rsrs


Daí que num dia qualquer de 2009, meus amigos Tiago e André me chamaram pra ir ao show de um grupo chamado " Chicas". Chicas?  Não, nem morta! Chicas me lembra " Dona Chica -ca-ca admirou- se se do berroo, do berroo que o gato deu." Essa banda deve ser chata, chata e não vou gastar meu dinheiro com eles de jeitooo nenhum. Show só da Maria Rita.

Bem, em alguuma hora minha curiosidade tinha de ser maior que a teimosia e quis saber quem eram essas moças de que meus amigos tanto gostavam. Essa foi a primeira musica que ouvi: Ter que esperar

Me rendi. Me encantei. Me apaixonei.

Minhas favoritas
Menina Amanhã (pra ficar feliz)
Nosso tempo ( linda,linda)
Felicidade (" quero andar na vida namorando você")
Divino e Maravilhoso ( cantando Caetano)
Pessoal e intransferível ( feita só pra mim)
Oração (para desfrutar de uma linda voz)
Rap do Silva ( Pura nostalgia)
Se enamora ( Nostalgia da nostalgia)
O que eu não sou
 
 
P.S.: Fui a um ensaio- show delas ontem. Delícia!!

O que não disse antes é que duas delas são filhas de Gonzaguinha. Imagina,gente, o que é ser neta do Gonzagão!!!
Minhas mais gostosas lembranças são  infância envolvem minha vó cantando " ô, vem cá, cintura fina/ cintura de pilão/ cintura de menina/ vem cá ,meu coração".

2 comentários:

Mattheus Rocha disse...

ADORO as Chicas. Fui apenas em um show delas, na Fundição, e foi uma delícia. As meninas mandam muito !!!!

Beijos.

Cíntia Mara disse...

Hahahahaha... Eu também sou teimosa e 'gentil'. Outro dia uma amiga da minha mãe chegou lá em casa e começou a falar que eu devia experimentar a tal ração humana. Falei uma vez que não tava interessada e ela continuou. Aí eu respirei fundo e falei: Nem adianta tentar me convencer, quanto mais você falar, menos chance tem de eu gostar. Rsrsrsrsrs... problema que a mulher ia continuar insistindo se a minha mãe não entrasse na conversa.

A palavra 'nostalgia' me interessou. Tudo o que remeta a músicas da minha infância eu acabo gostando.

Beijos