segunda-feira, 17 de maio de 2010

plágio descarado

Não fui eu que escrevi,mas poderia ter sido:

"Há pouco soube que um amigo da época de faculdade vai se casar. E que minha paixão pré-adolescente, pela qual sofri e ansiei rever por anos a fio, já se casou. Outros amigos se casaram no ano passado, alguns até re-casaram e vários estão em relacionamentos estáveis há eras.


Aí é inevitável pensar a respeito do que fiz com a minha vida amorosa nos últimos anos. Desértica, complexa, cheia de frustrações e desencontros. Há 9 (nove) anos não namoro, e no momento não existe a menor possibilidade de que isso aconteça tão cedo. Não por falta de vontade, mas por falta de alguém.

Me dói pensar nisso, e é mais doloroso ainda não atinar ao certo os motivos que fizeram com que a minha vida tomasse esse rumo. Pessoas se encontram todos os dias, enquanto parece que eu só as desencontro, chego muito tarde, chego nunca. Por quê? Por que a vida é assim? Porque a vida é assim? Não creio.

E aí termino uma noite chuvosa de sábado me sentindo patética e tão obviamente sozinha que nem existe espaço pra auto-piedade.

Se é que deveria existir."

Com algumas pequenas modificações de ordem prática e temporal,  assino embaixo e copio sem nenhuma vergonha o que a JOYDE escreveu . Tem coisas muito, muito legais BLOG dela.

2 comentários:

amanda. disse...

a joyde é uma das minhas melhores amiga, sabia?
(senão "a" melhor amiga)

;)

Cíntia Mara disse...

Também assino :x

Bjos