terça-feira, 11 de maio de 2010

Serve pra nada,não!

Minha mãe, dia desses, me perguntou quantas pessoas liam o Fina Flor.

Pensei, pensei, considerei os comentários e respondi: " Umas seis, acho"

Ela: " Que graça tem um blog  que ninguém lê?"

Bem, minha mãe é uma mulher dada a praticidade da vida. Foi com ela que aprendi uma das minhas frases favoritas para os momentos de angústia: " Nada disso tem utilidade pra nada!"

E que bom que esse bloguinho bonitinho não serve pra nada. Serve só pra que eu brinque de fofocar com a
"vizinhança" virtual. No primeiro post que fiz, disse que pretendia que o blog fosse minha janela para um mundo que vai além daquele ao qual estou circunscrita. E ele tem sido.

Umas seis pessoas entram aqui e é pra esses meus " vizinhos" que escrevo. Gente que eu nunca  vi em carne e osso (David, você tá fora dessa lista,né? rsrs), mas que tem sido boa companhia, afinal!

Bom demais vir até aqui na minha janelinha e acenar calorosamente para vocês.

4 comentários:

Monalisa disse...

Pra mim o blog funciona como terapia, é uma troca de experiência, e coisas para se ler lá na frente, quando estivermos velhinhas, aposentadas, sem nada pra fazer, hahahahahaha
Beijinhos!

M!riam disse...

Oi, Juliana!

Não sei porquê, mas gosto tanto do seu blog! rsrsr

venho sempre aqui ler o que você escreve. Gosto do que você escreve. Nem sempre comento, mas isso não quer dizer que não passei por aqui...

Diz pra sua mãe que ele faz feliz pelo menos 6 pessoas - e isso já basta para que ele exista!

bjssssss

amanda. disse...

meu blog é meu caderno de recortes e anotações.
estou nesse mundo desde 2002... dificil largar viu.

:)

Cíntia Mara disse...

Já aprendi que é inútil tentar explicar às pessoas da "vida real" qual a importância da minha "vida virtual". Não adianta, é uma coisa que tem que ser vivida e não contada. Isso não tem a ver com praticidade. Eu também sou prática (a característica colérica de que eu mais gosto e me orgulho). Tem a ver com gosto e disposição, ou seja, é possível que ela nunca entenda, mas nem assim você vai deixar de fazer e gostar de fazer ;-)