sexta-feira, 4 de junho de 2010

Sobre aniversários, bolos e as maluquices que herdei da vovó

Gosto do mês de Junho porque gosto de aniversários.


Não entendeu a lógica?

Nasci em junho, numa família que considera um absurdo uma pessoa não comemorar o aniversário. O lema da minha vó é " Tem que fazer ao menos um bolinho."

Por falar em bolo de aniversário, eis um pequeno trauma de que me livrei. Não como doces, só chocolate.( Bem , chocolate não é doce, tá!! Pertence a uma outra categoria: a dos chocolates! =p) Quando era criança , recusava solenemente os pedaços de bolo que me davam na festa, para o desgosto da minha vó. Ela achava que eu tinha que aceitar e fingir que tinha comido. Depois de muito ouvir aquele papo de que é desfeita não comer o bolo, blá, blá,blá, passei a pegar a fatia oferecida, embrulhar no guardanapo e levar pra casa. Levei muito tempo pra perder esse hábito. Ainda hoje me vejo pegando o bolo e passando pra pessoa mais próxima, mas isso acontece cada vez menos. Antigamente, a primeira coisa que me ocorria ao me ver diante de uma fatia de bolo de aniversário era a voz da minha vó dizendo que não pegar o bolo era uma grandeeee desfeita, que o dono da festa iria ficar muito chateado. Será que Freud explica? rsrsrsrs

Tá achando que esse papo é exagero meu? Experimenta dizer pras pessoas que você não come doce nem açúcar  porque não gosta. Se você é diabético, tem alguma doença ou tá de dieta, ninguém fala nada. Mas vai dizer que não come porque não gosta... Acho que consideram uma espécie de falha de caráter, sei lá!

Agora vai entender: meu paladar não é nada tolerante aos doces e açucares reais e factuais, mas , no que diz respeito ao sentido figurado desses termos, gosto tanto da doçura das coisas e das pessoas. Doçura é a minha palavra favorita! rs

Será que Jung explica? hahaha

Ah, como eu queria ser docinha feito um brigadeiro... Hum, também não sou muito fã de brigadeiro,não!rsrsrs



P.S.: Tá achando esse post meio sem pé nem cabeça? É que pretendia falar de uma coisa e acabei tagarelando sobre outra. =p

P.S.: Lia e outros psicólogos, eu não tenho a menor ideia do que Freud e Jung explicam ou não, tá!! hahaha A referência a eles foi só um charme estílístico.

( Charme estilístico? Essa é boa! Desde quando vc tem estilo , Juliana?! =p)

4 comentários:

Arcano Zero disse...

hahaha
Muito bom humor nessas postegens heim
bjs

Cíntia Mara disse...

Ih, se sua vó me conhecer, ela vai me odiar, hahaha. Minha família também gosta de aniversário e qualquer coisa que sirva de pretexto pra um churrasco. Mas eles estão aprendendo a conviver com a diferente aqui (demorou, né? Depois de 24 anos eles tem mais é que me aceitar mesmo.)
Por outro lado... Adoro bolos! Normal ou de aniversário, é colocar um bolo na minha frente pro coitado desaparecer em poucos minutos.
E brigadeiro? Nem comento!!! Isso não existe de tão bom. Ai, que água na boca.
Bjos

Psicologia 2008 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lia disse...

kkk adorei o post!

Ju Freud é o cara. Ele explica tudo! Jung, foi um grande seguidor de Freud, em um momento eles brincaram... Mas pra mim, as ideias deles sao bem parecidas. Jung fala muito em simbolos e seus significados... Acho que neste caso, ele explica melhor...rsrs

Com certeza esse bolo, e doce te trazem muitos simbolos!

bjs

ps: exclui o comentario e postei de novo... tava no usuário da facul. Loca de pedra..rsrs