segunda-feira, 12 de julho de 2010

Acordei cantando essa daqui:




"Mas, na voz que canta tudo ainda arde 
Tudo é perda, tudo quer buscar, cadê 
Tanta gente canta, tanta gente cala 
Tantas almas esticadas no curtume 
Sobre toda estrada, sobre toda sala 
Paira, monstruosa, a sombra do ciúme."
( Caetano Veloso)

Um comentário:

M!riam disse...

Oi, Ju!!

Essa eu não conhecia!

bjs