quarta-feira, 14 de julho de 2010

Etiquetada

Digam pra mim, com toda sinceridade, o que vocês pensam a respeito de uma pessoa que sai de casa com a etiqueta do preço pendurada na roupa.

Foram honestas / honestos?  De verdade verdadeira?




Pois é, obrigada por achar que sou uma imbecil... kkkkkkk

Fui pra festa toda animadinha. Fiz Maria – Chiquinha no cabelo depois de 20 anos ( ô, penteadinho pra dar  trabalho), combinei o casaco, a fita de cetim e a pulseira- tudo roxo e lilás – e fui.  Ignorei solenemente as  pessoas que se espantavam com os laços no meu cabelo, servi um monte de cachorro- quente, ouvi uns quinze milhões de “ tia” e “ moça”, só não dancei quadrilha porque não tinha par pra mim... L

No fim da festa, um colega virou e disse: “ Juliana, levanta o braço!”. Eu , toda ressabiada, obedeci. E o colega  disse bem alto: “ Essa etiqueta aí  é pra provar que a blusa é nova?”
Morri cem vezes de vergonha!
O bom é que trabalho com um povo freneticamente bobo que nem eu, logo esse  não  será o primeiro nem o último motivo de zoação.  O pior foi uma colega tentar me consolar dizendo: “ Liga não! Meu marido cansa de fazer isso!”
É, o marido dela é bocó e EU também!
kkkkkkkkk

3 comentários:

Chico Mouse disse...

Hahahahaha!! Ri demais!

Mas era novo mesmo o vestido? rere :P

M!riam disse...

rsrsrsrsr muito boa Ju!!! Que coisa, heim! Mas esse não foi o dia que vc acordou tarde???

um beijooo!

Juliana disse...

mas eu sou assim, miriam! faço um drama, tenho chilique e depois fica tudo normal! kkkkkkk

Vai zoando, chico! kkkk