quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Brincando de resenhar - O Grande Desafio

Não sou lá muito fã de filmes americanos sobre superação. Sabe aquela história de pessoa extraordinária que sai do nada, deixa sua marca toda especial no mundo e fica feliz para sempre? Meio receitinha de bolo, meio manipulação de emoções! Sempre fico pensando que essas histórias contemplam a vitória dos extraordinários e nunca sobra espaço para as histórias simples de quem é comum, normal, meio looser...

Hoje assisti a uma exceção.  Há um tempo,  andou escondido na minha estante um filme chamado  O Grande Desafio. Não me lembro por que comprei esse DVD; provavelmente, porque a capa é estampada pelo Denzel Washington  ( ah, e de lambuja o Forest Whitaker também está no filme,viu?). Caçando alguma coisa pra passar o tempo, decidi dar uma chance a esse filme.

Não sei por que ,mas eu achava que  o enredo tinha alguma coisa a ver com totalitarismo, nazismo,coisa do gênero. Eu poderia jurar que o Denzel interpretava um professor apaixonada por Mussolini. Me digam de onde tirei isso? Um personagem assim não combina muito com a galeria de papéis de Denzel. Tô achando que há por aí um filme sobre professores e Mussolini. Se alguém souber que filme é esse que está pairando no meu inconsciente, me diga.

Bem, O Grande Desafio retrata a trajetória brilhante de três jovens  alunos de uma faculdade texana. O ano é 1935 e um professor convoca seus alunos para participar do time de debate da faculdade. Quarenta se inscrevem; quatro são escolhidos: um rapaz  bonito, esperto e debatedor nato; uma moça bonita, inteligente e determinada a se tornar uma advogada; um rapaz inteligente e estudioso; um rapaz de catorze anos, filho do primeiro homem negro a obter um Phd no Estado.  Os selecionados passam a enfrentar uma série de debates por todo país , saindo sempre vencedores, até que conseguem competir com a equipe da  elitista Universidade de Harvard – um feito extraordinário.

Pois é,  o ano é 1935 e essas  pessoas são todas negras.  Pensem nessa combinação: negros, 1935, EUA. Receitinha de filme triste?  O enredo é baseado  em fatos reais, um tema sério é discutido, há personagens um tanto estereotipados? Sim! Mas o que me fez chorar mesmo foi a verdade das interpretações.  Pra se ter uma ideia, há momentos em que  Denzel  fica meio que em segundo plano , quando os alunos estão em cena. Sério mesmo!   A atriz que interpreta a única menina do grupo  é  de fazer cair o queixo.

Reli o que escrevi até aqui e tô achando esse meu comentário muito superficial. Mas acho que não dá pra falar mais nada sem estragar a emoção do filme.

Aff, não sou boa nesse negócio de brincar de resenhar,não! 

Façam o seguinte: se estiverem a fim de ver um filme convencional, bonito e com boas atuações, assistam ao O Grande Desafio. Pronto! Eu poderia ter dito isso desde o início,né? =p



3 comentários:

amanda disse...

ju, AMEI seu comentario :~~~~~

entao, eu nao ligo pra profes que fazem gracinhas, ate porque isso tira um pouco a tensão, mas TEM QUE SER engraçado pra isso.
é que tem gente que força demais sabe?
dai fica uma coisa MEGA CHATA. blé. haha

o curso que eu quero é letras!
e voce acha que eu nao sei que cursinho da dinheiro? por enquanto, minha vontade é direcionar pra literatura, e dar aulas disso.
a ultima professora de literatura que eu tive era otima e com certeza me deu um animo imenso pra escolher.

e serio, se um dia eu inspirar alguem como ela me inspirou.... putz, missão cumprida!
;D

simplesmentemonalisa disse...

Resenha óteeeeeeeema amiga!
Deu muita vontade de assistir. Mais tarde quando eu passar na locadora já sei o que trazer.
Beijos!!!!!!!
Ps. Estamos sentindo sua falta no msn.

Cíntia Mara disse...

Eu também não sou muito fã desse tipo de filme. Acho tudo muito igual, rsrs. Acho que já ouvi falar nesse, mas não me lembro se assisti.

E pára de falar que você não é boa pra resenhar, Juliana!!! (Captou o tom de voz? Até usei o nome inteiro em vez de usar só "Ju", hahahah). Mas é sério, eu gostei. Até me deu um pouquinho de vontade de assistir quando você falou que o Denzel fica meio em segundo plano perto dos alunos. Como assim???

Bjos