terça-feira, 12 de outubro de 2010

Amiguinhos para sempre


Vi vários posts sobre o Dia das Crianças. Daí que deu vontade de seguir a onda e fazer um post especial para esse dia 12. Pensei , pensei e decidi  apresentar pra vocês umas pessoinhas que moram na minha estante, na prateleira bem acima dos meus boxes de Arquivo X. Essa daí é  a Birinha, que se mudou  pra cá no meu aniversário de 2007.
Ela não é um charme?



A foto está péssima ( tirei umas quinhentas e nenhum saiu melhor que essa. Ainda bem que não vivo de tirar fotos, né?), mas acho que dá pra distinguir a galera aí em cima.  Da esquerda pra direita, de trás pra frente, esses são: Catatau, Poliana, Birinha, Natália, a boneca que não tem nome e o Ted.

Catatau  é o mais antigo dos moradores. Na verdade, ele não  me pertence.  Catatau existe muito antes de eu nascer; alguém - não sei quem- deu de presente pra minha mãe. Cata foi meu primeiro grande amor. Até os cinco anos, ele era meu urso favorito.

Poliana é uma mocinha de  quinze anos. Ganhei de presente do meu tio em 1995.  Ela tocava uma musiquinha irritante, mas depois de seu primeiro passeio na máquina lavar, a Poli perdeu seu talento. Esse nome veio do livro Polllyana, aquela do jogo do contente, que estava na minha cabeceira naquela época.

Natália tem exatos 21 anos, com carinho de 10, não é? Foi presente também do meu tio e  um dia foi bem branquinha.

A bonequinha vermelha não tem nome e foi  fruto de roubo. Pois é, sou uma meliante. Essa bonequinha pertencia à menininha que morava no apartamento em frente ao que eu morei. Minha mãe diz que eu,  com 1 aninho, cismei  com a danada da boneca, quis carregá-la pra casa e não houve quem a tirasse de mim.  Viram como meus relacionamentos são duradouros? Não sei o nome da bonequinha vermelha,mas ela tem um lugar cativo na minha estante. 

Ted  é um sapo gringo, o caçula do grupo. Jaqueline trouxe de presente pra mim láááá dos Ixtadux Unidux. Nunca fui fã de sapos, mas, do Ted, eu gosto.  ( Sabem qual foi  a inspiração para o  nome, bandidas? Sim, o Sr. Spencer).

Bem, não, eu não durmo com nenhum deles;não sei se dá pra notar a grossa capa de poeira que os recobre; só me lembro da existência deles quando uma criança aparece por aqui e cisma que tem que levá-los pra casa.  Mas eles são meus, só meuuuus e de mais ninguém.


4 comentários:

Lia disse...

Vc tem um Ted!!! Que legal!!!!

Puxa, guardei poucos brinquedos meus..deu saudades da infância.

bjs

Juliana disse...

Só guardei esses mesmo! Até os livros infantojuvenis foram doados.

Chico Mouse disse...

Hahaha!! Poxa, vamos pensar num nome pra bonequinha sem nome, Ju!

Já sei, bola aê um concurso cultural "Escolha o nome da boneca", kkk!! :P

Juliana disse...

Chico Palhaço!! Mais respeito com a minha boneca anônima! =p

Olha, que ela ganha vida à noite que nem Chuck, hein? Tome cuidado! Ela tb obedece às vontades de sua dona! Cuidado!