segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Post Scriptum

É, eu me despedi com um " inté" ,mas voltei . É uma volta rápida, singela, já tô indo de novo.

Eu disse antes que preciso me concentrar, mas devo acrescentar que também estou em crise com este blog. Já comentei sobre isso antes, algumas pessoas já me disseram que isso é comuníssimo, mas a crise persiste. Em parte, tem a ver com   questões que permeiam a minha vida de modo geral, acho que já falei delas também: dificuldade em defender meu ponto de vista, em me expor, em  não tentar manter tanto controle sobre meu comportamento e meu discurso. Em parte, tem a ver com uma pergunta que não sei responder: blogs servem pra quê?

Minha mãe já me perguntou a finalidade do Fina Flor e eu disse que este blog serve pra nada e que era bom que fosse assim. Continuo achando isso.  Este blog não é sobre escola, sobre livros, sobre comida, sobre algodão doce, sobre montanha-russa, sobre política, sobre esmaltes, sobre religião, sobre viagens.  E eu acho ótimo por um lado. O Fina Flor é bobagento, não preciso levá-lo a sério, não preciso cumprir prazo, não preciso esquenatr a cabeça. Só que por outro lado esse aspecto relax do Fina mexe com aquele meu probleminha que já citei.

Vamos ver se faz sentido: Me disseram uma vez  - e não esqueço porque guardo tudo que me é dito ( aquele lance de memória fraca só funciona pra bobagens) - que eu não deveria me preocupar com minhas tagarelices internéticas porque acabo fazendo na internet o que faço na vida : falo, falo , falo e não digo nada. Não, isso não foi dito maldosamente , nem significa que sou falsa, apenas é verdade. Deve ser por isso que não esqueci.

 Já disse antes tb que , às vezes, escolho a cortina mais bonita pra colocar nessa janela. Acho que a tagarelice virtual e a real são essas cortinas. Claro que não quero colocar aqui a minha pior face ou fazer propaganda das coisas mais imbecis, dos meus preconceitos , das minhas miserinhas. Não, não! Mas é que parece que de tanto falar, falar , postar freneticamente, não me sobra espaço pra elaborar e fico na superficialidade, tal qual na vida em geral. ( já sacaram que o meu problema não está bem no Fina flor,ne? =p )

Assim que descobri a Amanda na internet, entrei no perfil dela no orkut e havia lá um link para um teste de personalidade. Nem sei se o troço pode ser levado a sério, mas o perfil que aparece lá tem tão a ver comigo que fiquei p*** da vida.  Tavam lá os aspectos positivos da minha extroversão, da minha capacidade de me envolver com os outros, a escolha acertada da profissão, mas  as coisitas não tão legais tb tavam lá e aque mais ecoa na minha cabeça é:

"Você tende a ser mais reservado quanto a se expor do que outras pessoas extrovertidas. Assim, mesmo que você tenha certas opiniões e crenças fortes sobre diversas coisas, você normalmente evita expressá-las se acha que isso acarretará em um impacto negativo na sua relação com elas. Como você se interessa muito em acelerar mudanças na vida das outras pessoas, você provavelmente vai interagir com as outras pessoas no nível delas, como um camaleão, ao invés de estar sendo o mesmo indivíduo em todas as ocasiões."

Não descobri isso ao ler o teste , claro. Alguns anos de análise me dão um certa noção de algumas coisinhas,mas foi estranho ler palavras assim ao meu respeito , palavras tão certeiras.  O meu resultado é um saco de tão  ver comigo! Odeio ele! =p

Então, cês tão acompanhado? Minha crise  é algo que pode ser entendido a partir da solução da equação: acho que blog faz a gente se expor demais+ acho que sou superficial demais no Fina+ não domino os propósitos e o sentido dessa ferramenta+  odeio ser superficial+ não entendo o porquê de tanto incomodo+ gosto do blog. Entederam? Nem eu.

Ah, esqueci de dizer que devem subtrair dessa equação uma dose de exagero e drama.

Bem,   não me achem muito maluca!

 Volto em breve, "pessoá"!

 Inté!

5 comentários:

amanda disse...

aaaaaahhh juuu :(
espero que essa pausa seja bem pequenininha e que voce volte logo a tagarelar por aqui.

eu ja te disse que blog nunca "serve pra nada" ne. a gente sempre conhece pessoas fantasticas, conhece coisas fantasticas e aprende a se comunicar e expressar melhor.
eu acho isso.
eu nunca consegui largar de blog, mesmo postando pouco eu gosto de saber que ele esta la, quietinho me esperando.

acho que com o tempo voce vai aprender a dosar o tempo no blog, e vai dar pra dividir certinho tudo que voce tem que fazer, as coisas serias e as nao serias.
é um exercicio isso, na verdade. a gente nao aprende senao fazendo.

quanto aquele teste de personalidade, ele tambem me deixou chocada. e doeu ler coisas tipo "voce quer que as pessoas gostem de voce". é a mais pura verdade pra mim, eu sempre to querendo agradar todo mundo, e as vezes ate me contradigo ou faço e falo coisas que nao condizem comigo. duro né? mas ouvir essas coisas é bom pra gente se tocar no que mudar e melhorar. mesmo isso sendo parte da nossa personalidade - o que quer dizer: DIFICILIMO DE MUDAR. hahaha

espero que a pausa te faça bem, e que voce volte toda linda e saltitante pra gente.

não some, ok?
:*************

Cíntia Mara disse...

É, eu também não entendi nada. Mas, novidade, acho que nunca consigo entender quando você fala desse assunto. Porque eu sou o contrário, cê sabe, né? Adoro dar opiniões, discutir, convencer de que eu estou certa, hahaha.

Débora Leite disse...

Não nos abandoneeeeee!!!

Já disse que isso aqui é a minha terapia, meu remédio em doses cavalares. Se ta procurando um 'motivo' pro blog, acabou de achar, me fazer mais feliz! (drama, drama, drama)

Não se vááááá, mas se tiver que ir, que seja breve!

beijossss

Caso me esqueçam disse...

primeiro: brigada pelo comentario no meu blog! adoro quando as pessoas comentam, sinto que nao tou falando sozinha hohoho
dois: ah, ja tive varias "crises de blog"! tenho blog desde os 17 anos e ja me questionei muitas vezes sobre meus escritos. no meu caso, o problema eh que eu me exponho demais e acabo ficando meio desconfiada. minha chefe ja leu um post em que eu falava MUITO mal dela, mas eu pareço nao me ajeitar, continuo falando coisas que, caso sejam descobertas um dia, trarao problemas pra mim, mas sei la... a vontade de falar eh muito maior. nunca vou escrever nada que vah mudar a vida das pessoas, nem a minha vida, mas quando alguem chega no meu blog dizendo que riu do que eu escrevi, ja acho suficiente motivo pra continuar escrevendo. entao, obrigada :)

Juliana disse...

Cintia: eu sou confusaaaa! kkkk

Na verdade, meus sentimentos interferem totalmente na minha vida, nas minhas coisas. Tenho sempre que dá um jeito de não misturar tudo e fazer merda.


Deb, tve que voltar à sua terapia,né? Me senti muito responsável por isso.kkkkkkkkkkkkk


Luci: adoro seu blog. leio sempre ,mas nunca comento. eu rio muito e adoro seus relatos de viagem e de vivência na França.

Adorei o seu comentário!!


Amanda, disse tudooo!!