sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Tagarelices, inutilidades e afins

Quero falar de umas sessenta coisas diferentes. Será que consigo?

Passei todos esses dias tão cheia de medo e tensão que nem senti o tempo passar. Duas semanas se passaram e eu nem vi. Que coisa!Bem, acho que voltei pra vida normal, ou melhor, quase normal, porque a versão delicada, compreensiva e dependente da minha vó ficou internada no hospital. Quem voltou pra casa foi a boa e velha pessoa marrenta, teimosa, mandona e irônica. Melhor assim!! =p

Eu tava aqui pensando numa coisa engraçada ( nenhuma novidade,mas vocês já sabem como me surpreendo com clichês velhos e batidos): quando vc tá na merda de verdade, aqueles problemas que só existem na sua cabeça somem , desaparecem. Enquanto minha vó tava internada, me esqueci completamente de que meu cabelo precisa de hidratação, meu quarto precisa de uma arrumação, que provavelmente nunca vou realizar o sonho de me casar na igreja, que  preciso dar um rumo na vida, que preciso ganhar mais dinheiro. Tudo esquecido! Nessa semana e meia,  andei por aí  com esmalte descascado e  tudo bem!  Se bem que eu nunca  nessa vida vou deixar de respirar por causa de esmalte descascado, mas vocês entenderam o que eu  quis dizer, né? Não, não sejam que nem eu; não levem minhas tentativas de metáforas ao pé da letra,tá?

Já contei que sou uma pessoa concreta?  Não adianta fazer graça com minha cara, abusar de ironias, elaborar imagens muito chiques e definitivas, eu não vou entender. Quer um exemplo? Minha vó diz pra todas as pessoas que a visitam que há na geladeira de casa um estoque de latinhas de cerveja. Acho que só  parei de desmenti-la na terceira ou quarta vez em que ela disse isso. Sim, eu sou um tantinho imbecil,tá? Agora que vocês já sabem, não vão fazer feito a Cíntia, que tentou me convencer  de que Juiz de Fora é parte do Rio de Janeiro.  A minha sorte é que fui uma boa aluna de geografia e , bem, o pessoal de Juiz de Fora falava “ uai”, quando estive lá. Pra mim, falou “ uai” é mineiro! =p

Ah, lembram que eu andava desejando obsessivamente uma massagem nessas “ minhas costas largas/ enquanto durmo” ( Tô ouvindo Zélia Duncan!). Pois bem, se um temporal não inundar o Rio de Janeiro ( como a previsão do tempo e minha mãe vêm anunciando) vou num espaço zen hoje. Nem sei como funciona esse “ trem “  ( usei esse “trem” pra provar que conheço o “ mineirês”) de espaço zen, mas aproveitei uma promoção do Peixe Urbano e vou fazer massagem. Claro que tinha que ter uma promoção, porque eu prezo o meu bolso – ou como diria o André, porque sou muquirana mesmo.

Por falar em sovinice, pão - durismo e afins, olha, tenho que concordar com André: sou mão fechada mesmo. Quando ele jogou isso na minha cara com a maior desfaçatez do mundo , fiquei com muita raiva, prometi encontrar um defeito cruel nele e me vingar contando pra todo mundo  , mas depois que a Jaqueline também  disse que sou econômica, dei o braço a torcer. Fazer o quê?

Mas vejam bem, acompanhem o raciocínio: entrei na Nobel ontem com uma necessidade de comprar livros. Daí que tava tudo com aqueles preços que vocês já sabem, mas eu não desisti. Fucei, fucei, fucei e comprei  Dois Irmãos, do Milton Hatoum , por 17 reais. Beeem barato!! Eu queria comprar Comprometida ( a continuação de Comer, Rezar, Amar – Sim, eu adorei Comer, Rezar, Amar! Fiquei doida pelo Felipe e quase morri ao saber que gostosaço, charmosaço e maravilhosaço do Javier Barden será o Felipe no cinema. Claro que  Javier nem sabe onde é o Brasil, nem deve saber uma palavra seuqer em português, que Julia Roberts tá meio velha pro papel e o Javier muito jovem, mas tuuuuuuudo bem! Verei o filme!), mas ponderei antes de trazê-lo pra casa. É que tava custando 33,90; colocando mais  6 reais daria pra comprar mais uma temporada de Arquivo X no Submarino. Não, não , não mesmo! Daqui a pouco, Comprometida vai estar custando 15 reais nas Lojas Americanas. Posso esperar!

Se alguém aí se perguntou por que diachos uma pessoa pão dura compra temporadas de um seriado mais que disponível para download, devo dizer que meu lance com Arquivo X é igual aquela história das pessoas comprarem disco de vinil. Não é moderno,  há recursos muito melhores, sai mais barato baixar  música da internet, mas o cara vai lá e dá uma grana alta no vinil. Ah, fetiches e fetiches!!  Só não comprei o box com todas temporadas, porque tenho quase todas avulsas  e também porque optei por ignorar as duas últimas temporadas. Como assim? Há uma oitava e uma nona temporadas ,mas eu faço de conta que o seriado acabou na sétima e sigo feliz!  Ah, não faz sentido ?!! Faz sim! Pensa aí como seria se de repente o Chaves saísse do seriado e no lugar colocassem o Cadeado , um menino que mora num tonel de óleo diesel. Ah, serve também imaginar se Friends teria graça se  o Joey  tivesse se mudado pra Los Angeles ainda na 8ª temporada e  um tal de John , ator bem- sucedido e  garanhão arrogante, fosse morar com a Rachel. Sacou? Fizeram algo do tipo com Arquivo x!  

Ah, só pra terminar esse papo sobre inutilidades que me deixam feliz :no mesmo dia em que comprei o livro do Hatoum    A Garota dos Pés de Vidro e os DVDs de O Poderoso Chefão e Era uma Vez no Oeste.  Comprei o danado do livro só porque a capa é linda. A minha atração por capas desavergonhadamente lindas superou a sovinice. Quando a fatura do cartão  chegar, eu tenho um ataque, maldigo a minha impulsividade, prometo firmemente que nunca mais gastarei tanto dinheiro na vida. Por enquanto, fico só olhando a capa incrível. Deem uma olhadinha no Google. Só não coloco a imagem aqui porque  tá demorando pra carregar.

P.S.: Os DVDs   foram presentinhos pra minha mãe, uma fã de filmes  antigos. Sabem qual o filme favorito dela ? Ben  Hur!! Ui! Falando sério, é um filme maravilhoso,mas  assistir uma única vez basta. 

P.S. 2:  Revi ontem Fale com Ela, do Almodóvar. Vocês não querem assistir também ,não?  Até pensei em escrever  sobre esse filme incrível ,mas acho que não saberia. Então, façamos assim: vocês assistem, gostam, choram que nem eu  e venham me dizer o que acharam.

P.S.3:   Depois de dias chatos como foram  esses últimos, é uma delícia poder voltar tagarelar despreocupadamente com gente que gosta de tagarelices. Que bom que vocês tão aí, hein?

P.S.4: Agora, eu vou de verdade! =p

4 comentários:

Cíntia Mara disse...

Kkkkkkkk
Se eu trabalhasse com qualquer coisa ligada a medicina, faria uma pesquisa pra descobrir porque algumas pessoas têm bloqueio para ironias. Minha irmã acreditou que Guarapari fica em Minas e JF no Rio. Agora estamos tentando convencê-la de que o número do Serra é 43. A menina fica doidinha sem saber quando é que estamos falando sério.

Não vou comentar o post todo porque você falou demais, huahuhauahuah. Mas tenho que contar que eu comprei o box de Gilmore Girls e estou esperando ANSIOSA que chegue.

Beijos

amanda disse...

aaaaahhh adooooro essas tagarelices!

e olha que coincidencia, essa semana chegou umas compras que fiz na saraiva e eu e o maridon COMPLETAMOS as temporadas de arquivo x.
agora tenho TO-DAS.

hahahahahahaha
eu acho foda baixar xfiles na net porque os fas sao bem cuzoes e denunciam quando acham downloads da serie. JURO. a gente so acha as primeiras facinho, o resto é um cu pra achar.
e quando acha, logo tiram do ar.
os fas dizem "se quer ver, va na loja e compre"
AH VA E DAR O CU VOCE NAO QUER NE?
ahahah odeio isso.

e sobre as duas ultimas temporadas... ok vou ver e depois digo se concordo HOHOHOH
eu so vi ate a quinta ;/

Valéria Russo disse...

meninas...
to rindo frouxo com esse post..
vc é muito engraçada.
eu tb as vezes( quase sempre) sou impulsiva nas compras e choro quando chega o cartão..
mas fazer o que, livros e cds são minha perdição..
e os filmes, ah! tem os filmes também e os sapatos e as roupas..socorro, nunca serei rica sou mesmo é uma perdulária...kkkkk confesso!!!
tenha um domingo doce.
bjuivos no seu coração.
loba.

Débora Leite disse...

Adoro suas tagarelices! =)

Nem vou comentar das compras (ops, já estou comentando)porque eu to numa fase suuuuper consumista ao cubo. Pense numa pessoa que nunca foi consumuista: EU! Agora pense numa pessoa que descobriu que 'pode' ser consumista, assim, de um dia pr outro: EU! hehehe

Aiai
beijos