quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

janeiro, 01

E  2011 já tem os seus quinze dias...

E eu quase que ainda não me dei conta de que um ano novo começou. Desde 26 de dezembro, estive brincando de viajante e , contrariando meus paradigmas habituais, andei passeando por aí,  com um mínimo de planejamento e nenhuma pré-disposição para  tornar as coisas difíceis.

Quando a gente se arrisca a sair um tantinho de casa, parece que tudo muda: o tempo , os gestos se abrandam ou se alargam, a fala ganha uma notinha suave de outros sotaques, há até intestinos que ficam alterados . Andei de ônibus, carro e avião por alguns lugarezinhos; fui turista no Rio de Janeiro. Viagens rotineiras para alguns,mas,para mim, viagens para além da minha terra, para além de mim.

E eu que levei tanto tempo pra aprender que desejar é mais que direito - é dever - me dei de presente o mar fluminense, fui presenteada pelo azul mais lindo dos céus do Sul, me deixei embarcar nos sonhos alheios,  me permiti aprender por mim mesma que mesmo o que não é prazeroso pode ser bom, porque não  há nada melhor  do que  fazer as próprias escolhas e arcar com as delícias e os  dissabores que advêm delas.

Dezembro demorou pra chegar e só está terminando hoje por aqui.

Seja bem-vindo, Janeiro de 2011.  


Em 2010,  descobri que não  ter os pés no chão pode ser muito  bom.

Em 2011, quero transformar  os sonhos e paixões que povoam essa minha cabeça de nuvem em possibilidades. Quero aprender a sonhar como gente grande - como deve ser; como eu mereço que seja.

Feliz Ano Novo,meu povo!

2 comentários:

Lia disse...

Ai, Ai, Ai.. não sei se o clima chuvoso de Sp, ou se é minha TPM....
mas vc me fez chorar aqui....

'Quero aprender a sonhar como gente grande ']

bjs

Borboletas nos Olhos disse...

Que lindo início de ano...inspirador mesmo. Bjs e um 2011 assim como você o deseja e mais.