sábado, 19 de março de 2011

Eu sou ...



Nasci no inverno, mas sou verão. Sou verão, sol, mar, muito mar. Sou vespertina por natureza; matutina por obrigação. Sou  de lua, um pouquinho noturna, amante das estrelas, uma contempladora de céus. Sou o céu de Copa no Reveillon, o céu de Curitiba; sou aquele céu que fica bem em cima do Redentor.
Sou morango ao leite (sem açúcar, por favor!), trakinas de morango e morango in natura também. Sou brócolis com azeite, empada de palmito,  costelinha de porco no churrasco,dobradinha com batata, batata frita com bacon, pizza de calabresa, nescau gelado todo dia de manhã. Sou a farofa que  a mãe do Rennan faz, sou a farofa que a  mãe do André faz, sou qualquer farofa boa. Sou fanta laranja, caipirinha e água de filtro de barro.
Sou Maria Rita, Gil, Caetano, Zélia Duncan, Chicas, Tim Maia ( Sou a filha do Coronel Antonio Bento, sabiam?). Sou Paralamas, sou o  " ai- deus- do -céu- como- é - gostoso"  Tony Garrido, sou Shakira ( uma fofa, uma linda!). Sou Zeca Pagodinho, Paulinho da Viola ( meu coração é leviano) e ... rufem tambores... sou Belo (derê rerê, Belooo!). Sou qualquer música que alguém diz  que  que é bonita, sou as músicas que o André canta ( só não sou Verde!). Sou Dia Branco, sou Lindeza,  sou Cupido, sou A Festa (me abraça, me aperta!).
Sou chinelos- devem- ser- usados- em - qualquer - lugar. Sou vestidos porque deixam o ventinho entrar por baixo. Sou argolas, brincões e colares. Não sou anéis porque dão coceira. Sou calça jeans - e- camiseta. Sou não- tenho - a- menor - ideia- do- que - vestir. Sou não - dá- pra- ir - pelada? Sou ar-condicionado. Sou luvas, cachecol lilás, casaco, ai, que frio, meu Pai.

Sou Bovary, Marcenda, Lídia, a Doida, Lesje, Elaine, Offred, Michele, Lori e Ulisses, Jack, Avellaneda. Sou Cecília, Clarice, Carlos, João Cabral, Camilo, Benedetti, Saramago. E ainda hei de ser Guimarães, Virginia, Joyce, Cervantes. Sou todos  os  caminhos dão em Camões.

Sou " I´ll be there for you". Sou " The truth is out there".  Sou Cuddy, Grissom, Warrick ( ô, delícia!), Six ( lembram da amiguinha da Blossom?). Sou ... Ah, não mais tevê. Agora sou Fina Flor, twitter, facebook, Goolge maps, Climatempo e gtalk.

Sou banho morno, cabelo bem limpinho, spray contra chulé. Sou pele oleosa, esmalte vermelho, estojo em formato de cachorrinho, bolsa que precisa ser urgentemente lavada.

Sou medo de escuro, medo de rato, medo de nunca esquecer.

Sou a sala da casa da Jackie. Sou a caminha extra do André. Sou o sofá da Su e  do Fabrício. Sou qualquer casa em que o Rennan morar. Sou o antigo tatame da Bio. Sou o meu colchão.

Sou montanha- russa. Sou abraço e suspiros. Sou olhos apertados de vergonha. Sou boca grande que não guarda segredos.

Sou vermelho, roxo e rosa. Sou neguinha.

Sou da paz, sou do bem, mas ...


6 comentários:

Day disse...

Nossa, Ju... Que lindo. Deixou uma lagriminha contida no canto do olhar.

Annie Adelinne disse...

Que beleza!

Toda vez q vejo vc falar do céu de Curitiba eu fico feliz por vc ter pelo menos um motivo pra voltar :)

Vou ver se faço isso também. SUPER combina com o blog

diariodumapsi disse...

Ei Juliana!
Que maravilha de ser! Que delícia de blog! Simplesmente encantada!
Gd beijo

Borboletas nos Olhos disse...

Ah, que linda que é você. E eu adoro estes momentos de se dizer. Amo mesmo. Bjs!

mila disse...

Você é um jardim virtual de tulipas

Lia disse...

Pra mim....o melhor abraço do RJ! Fada madrinha... e tem os amigos mais maneiros!