terça-feira, 1 de março de 2011

Quando você vier


Espero que as tuas curvas se alinhem com as minhas: as curvas da palma da mão, da sola do pé, das pálpebras, da tua letra que nunca vi. 

Há de ser assim? Será? Não sei.

Espero.

Espero.

Mas um dia eu canso.

4 comentários:

Borboletas nos Olhos disse...

Eu também espero. Já sentei.

mila disse...

As vezes so algumas curvas se alinham... aih a gente tem q pegar o formão e raspar e ir descascando e tirando os excessos nossos e deles, aparando as rebarbas, as pontas q podem ferir... mas tem q ser artesão hábil: muita força pra curvar o molde quebra
(a gnt sonha com um amor q venha prontinho em pó num saquinho pra gnt fazer q nem kissuco... amor eh Art Cuisine, meu bein!)

Ivinha disse...

Verdade, estou cansada de esperar. Nessas horas eu ouço Pimentas do Reino - Não desista dos seus sonhos. também fiz um post mais ou menos parecido passa lá pra ver. chama Henrique Cerqueira, você me conhece?

mila disse...

queria escrever algo, mas tava sem nada pra escrever, entao resolvi postar meu comentario no meu blog... ta la com as devidas referencias ao seu blog, ok? bjs