terça-feira, 19 de abril de 2011

É como se eu tivesse afundando.

Não quero nunca mais isso, nem por cachorro nem por gente.

4 comentários:

Palavras Vagabundas disse...

Um abraço bem apertado!
bjs
Jussara

Cor de Rosa e Carvão disse...

Força amiga querida. Força na peruca. Beijojs

juliana g. disse...

um abraço
e o silêncio
e só

Juliana disse...

Meninas queridinhas, obrigada!

Senti os abraços aqui.