domingo, 3 de abril de 2011

O primeiro cachorro que veio morar aqui em casa foi o Fred, Duncinha pros íntimos. Ele era um doberman pretão e lindo. Eu tinha uns onze anos quando o Duncinha decidiu que dormir embaixo da cama da minha vó era muito bom. Nas noites em que ele chorava, eu o colocava no meu colo e cantava músicas de ninar o soninho dele. Depois que ele ficou parecido com aqueles cães brabos de filme, passei a arranjar um série de apelidos pra suavizar aquela cara de mau. Fred era Duncinha, Duncineldo, Fredulino, Duncilindo, Duncinhazinho.

Fred morreu em  janeiro de 2004, e eu chorei por uma semana. Durante muito tempo, a casa dele ficou lá intacta porque ninguém teve coragem de mandar derrubar.


***

Spockinho, Spocknildo, Lambisco ( isso é coisa da minha vó!), "cachorro mais gatinho desse mundo"( isso é coisa minha, claro!), Spock Movie Maker ( não me peçam explicação! Esse apelido é coisa da minha prima) entrou pra família há 4 meses. E eu já gosto muito dele. É difícil não gostar do Spock porque ele tem uma barba engraçada e morde o pé de todo mundo. 

Engraçado isso de a gente gostar tanto de um bichinho ao ponto de tremer da cabeça aos pés enquanto presencia um de seus maus momentos.  Engraçado gostar tanto de ser que não fala, só come, rasga papel, briga com chinelos, corre atrás da própria sombra. Engraçado demais.

Hoje o meu cachorro mais gatinho não vai dormir no cobertorzinho quentinho dele. Meu cachorrinho mais gatinho pegou uma daquelas doenças que matam animais domésticos. Pro bem dele, tive de deixá-lo internado. 

Tô me sentindo como se tivessem pisado por 5 minutos no dedão do meu pé.

4 comentários:

M!riam disse...

Ele vai ficar bem! Tenha fé...

beijo

Cor de Rosa e Carvão disse...

Ah Jú... Eu sou religiosamente estranha. Mas, quando meus bichanos adoecem, eu peço para São Francisco protegê-los e também a minha preta velha Anastácia. Dá certo queridona. Tenha fé, que o Spock também vai ficar bom. Creia!

Beijo no teu coração

Rita disse...

Torcendo aqui, viu, linda?

bj
Rita

Fabiane Ariello disse...

Puxa, que notícia mais tristinha... Mas estou torcendo por ele. Vou acender uma velinha pro meu São Francisco de Assis! :)
Beijo!