terça-feira, 24 de maio de 2011

Livros, ai, livros...

A Rita propôs e eu, obviamente, topei.

Vamu lá!

( Ai, já antevejo uma crise, porque em 22 anos de vida de leitora, li muito, muito pouco. Acho que vou ali picar o meu diploma... Enfim... Ai, ai, drama! =p)


1 — Existe um livro que lerias e relerias várias vezes?

Não só existe, como  já reli vezes sem fim. Na verdade, existem porque estão aqui na minha estante uns livros que me fazem falta. Sério! De vez em quando, dá vontade  incontrolável de lê-los, igualzinho a gente tem vontade de beber água ou fazer xixi: 

- A Vida antes do Homem, Olho de Gato e O Conto da Aia,  os três da Margaret Atwood. Nunca falei deles por aqui,né? É que adoro tanto a Margaret, sou tão louca pelas personagens dela  que um post sobre eles seria cheio de " lindo" , " pefeito", " chorei tanto". Faz muito tempo que não pego nenhum desses livros, mas já houve épocas em que Lesje ( uma das personagens de A Vida antes do Homem) era a minha melhor amiga.A Margaret é uma dessas escritoras fodonas que ganham rios de prêmios, que são leitura obrigatória em faculdade de Letras, mas eu a descobri quando tava no Ensino Médio e  durante um tempão,achei  que só eu conhecia. 

-Peças em Fuga, da Annie Michaels; Punição para a Inocência, da Agatha Christie; A Trégua, do Mario Benedetti; Canção do Mar,do Pat Conroy; Amor de Perdição, do Camilo Castelo Branco; A Descoberta do Mundo, da Clarice Lispector.

Eu releria O Evangelho Segundo Jesus Cristo  e O Ano da Morte de Ricardo Reis, ambos do meu querido Saramago, se eles estivessem  na minha estante.

2 — Existe algum livro que começaste a ler, paraste, recomeçaste, tentaste e tentaste e nunca conseguiste ler até ao fim?

Ah, vááááários! Seria uma vergonha se eu fizesse as contas dos livros que  abandonei. Se bem que  acho que ainda vou conseguir terminar alguns deles. É o caso de Crime e Castigo. Tentei ler assim que entrei na faculdade e não dei conta, mas hoje mesmo dei uma olhada no exemplar da biblioteca da escola e pensei que tá na hora de ler até  o fim.
Ah, mas tem alguns que tenho certeza de que jamais lerei  tudinho: Ulysses ( tá aqui na estante só porque toda estante tem que ter), Mrs. Dalloway ( me ensinem a fórmula pra ter saco pra Virginia Woolf. Também tentei Passeio ao Farol. Tentei, mas não deu.) e Memórias Póstumas de Brás Cubas ( Sim, eu sei que deveria assumir as grandes responsabilidades que um diploma de Letras acarreta, mas, desculpem aê, Machado não dá! Ah, antes que um levante se arme contra mim, deixo claro que entendo porque o cara é um gênio, só NÃO CONSIGO LER.  Bloqueio, trauma, má vontade, chamem do que quiserem.Ai, será que uns anos de terapia resolvem? Só se Freud levantar do túmulo... =p)

3- Se escolhesses um livro para ler para o resto da tua vida, qual seria ele?

Resto da vida é muito tempo ( espero que seja, né?), então vou apontar o livro que atualmente tem sido aquele que me arranca suspiros, que me encanta, que ai... Nas Tuas Mãos, da Inês Pedrosa. 

Eu sei vocês vão entrar no submarino AGORA e encomendar um exemplar, porque já tá ficando chato me " ouvir falar" desse livro. Bem, acho que é uma excelente ideia, e sugiro que comprem na Travessa (entregam rapidinho). Juro que não ganho cem reais cada vez que escrevo o título desse livro no blog. Acreditem!

4 — Que livro gostarias de ter lido mas que, por algum motivo, nunca leste?

Grande Sertão: Veredas, do Guimarães Rosa. Ainda vou ler, eu tenho certeza. 
Morro dos Ventos Uivantes, da Emily Bronté. Tá aqui bem na minha frente,mas ainda não tomei vergonha. Há séculos venho querendo ler esse livro.

5- Que livro leste cuja ‘cena final’ jamais conseguiste esquecer?

O momento em que Jesus perde perdão na cruz, em O Evangelho segundo Jesus Cristo. O livro todo desafia o cânone cristão e as tradições em que o Ocidente se alicerça, mas nada me chocou, comoveu, espantou , ficou martelando na minha cabeça  tanto quanto o pedido de perdão de Jesus pouco antes de morrer. Não vou contar quais as foram as palavras que ele usou porque não tem graça saber antes de ler todo o livro, mas vou avisando que se deve esquecer o que Jesus diz na Bíblia. Na verdade, se for pra ler o livro pensando em refutar tudo, é melhor nem começar. Já nas primeiras páginas dá pra saber se é um livro que você conseguirá ler até o final.

Ah, esqueci de dizer que não lembro se essa é a cena final. Bem, tá bem no finalzinho do livro. hehe

6– Tinhas o hábito de ler quando eras criança? Se lias, qual era o tipo de leitura?

Sim, sim. Eu lia o que tinha ao alcance das mãos: os livros paradidáticos da escola, aquelas coleções Sabrina e Julia, muita Agatha Christie ( hoje não gosto tanto, mas houve um tempo em que eu pretendia escrever romances de mistério e e assinar com o pseudônimo Clarissa Miller, formado pelos nomes do meio da Dama do Crime), Sidney Sheldon, Coleção Vagalume, Daniele Steel. O que tava de bobeira aqui em casa ou nas casa dos outros, eu traçava. Quando fui ficando mais velha, descobri que sebos era lugares legais, onde os livros custavam muito barato. Muitos reais das minhas mesadas foram gastos em livros empoeirados.

7-Qual o livro que achaste chato e mesmo assim leste até o fim? Por quê?

O Primo Basílio e A Cidade e as Serras, do Eça de Queirós; Viagens na minha Terra, do Almeida Garrett; Lucíola, do José de Alencar; Jangada de Pedra, do Saramago.

Por que li? Ossos do ofício.

8- Indica alguns dos teus livros preferidos.

Tem Margaret Atwood, Inês Pedrosa, Saramago na capa? Leia! Mesmo quando  ruim é bom. Sacou?

Ando apaixonada pelo Stephen King. Dá medo,  dá frio na espinha, dá vontade de parar o relógio pra que se possa ler tudo de uma vez, dá comichão de encontrar agora todos os livros que eles escreveu. Minha única ressalva é o modo como as mulheres são retratadas nas histórias. Só li dois livros da imensa obra do cara e me parece que  o Stephen não sabe que somos mais que anjos de candura ou estradas pra perdição. Enfim...

Eu acho que todo mundo deveria ler algum livro da Lygia e da Clarice. Não dá pra passar pela vida sem ler  Perto do Coração Selvagem.
Ai, tem que ler Vidas Secas e São Bernardo , do Graciliano. Tem que ler Graham Greene, Gabriel Garcia Marquez ( Doze Contos Peregrinos é uma delícia), Cortázar, Borges, Camilo Castelo Branco ( eu amoooo Amor de Perdição, tá?). Tem que ler Morangos Mofados, do Caio Fernando Abreu. 

Tem que ler Um Amor pra Recordar,  todos do Harry Potter, os diários da Bridget Jones.

 Foram  os que consegui lembrar.

9- Que livro estás a ler neste momento?

Echo Park, do Michael Conelly. Policial dos bons! 


10- Indica dez amigos para o Meme Literário.


Não sei se  gostam de memes, pessoal, mas adoraria saber quais seriam as respostas de vocês.

6 comentários:

Rita disse...

Ju, obrigada por topar! E preciso ler O Ano da Morte de Ricardo Reis!!! Uia, as urgências. Mas antes tem a Woolf, sua amiga, na fila, hhehehe.

beijocas
Rita

disse...

Que legal!
E GENTE!!! Eu gosto muito de Sidney Sheldon e Machado de Assis. Tipo .. MUITO! rs

Luciana Nepomuceno disse...

baby, nunca foi tão divertido discordar...eu gosto de Saramago, mas bem meia boca. Já machado é um dos 5 melhores do mundo de sempre, não tenho dúvida.Sabe, gosto de VW, mas não engoli Joyce. E corre pra pegar tanto o Grande sertões como Morro dos ventos uivantes. Tudo lindo. Amei e vou levando seu link..

Palavras Vagabundas disse...

Ju,
gostei de suas respostas, só acho que você não deve desistir do Machado de Assis, quanto mais velha a gente fica mais a gente entende ele, dá um tempo e volte prá ele.
bjs
Jussara

Cíntia Mara disse...

Magoei! Você não me indicou pro meme???????????
hahaha E daí? Vou fazer do mesmo jeito, sua boba! (Algum dia, porque por agora eu tô sem tempo)

Eu tô com um que se encaixa direitinho nessa pergunta 2. O "PS: I love you". Segunda vez que tento, mas não passei nem da página 20. "Dom Casmurro" também entra nessa categoria. Aliás, ele deve ganhar o prêmio de "primeiro capítulo mais chato da história". Até quem ama Machado diz isso.

"O morro dos ventos uivantes" está na minha estante desde antes de eu nascer, mas também nunca li.

Acho que de todos os que você citou, eu só li "Um amor para recordar". Vendo o tanto que nosso gosto literário é diferente, me espanto de lembrar que nos conhecemos numa comunidade de livros, rsrs.

Fabiane Ariello disse...

Ooooom, você me convidou, fiquei feliz! Caiu uns pontinhos no meu conceito por não curtir Mrs. Dalloway e Machado de Assis... mas tudo bem, tudo bem. Já respondi lá no meu blog e anotei várias das suas sugestões.

Aliás, "Nas tuas mãos" está esgotado, não? Uma amiga tentou comprar esses dias e não conseguiu!