sábado, 28 de maio de 2011

Sabem aqueles filmes de professor que vai pra uma escola complicada? Sabem aquela cena em que o cara se pergunta o que tá fazendo naquela sala de aula? Sabem aquela sensação de falência, impotência e tristeza que aparece na cara do ator ( se ele for capaz de mover os músculos do rosto, claro)? Então,já me senti numa dessas cenas. E não teve final feliz. Mudei de escola no fim do ano, e até hoje morro de medo de ir parar numa escola igualzinha àquela em que trabalhei por 6 meses em 2009.

As lembranças que guardei se resumem aos torpedos que a Jaqueline me mandava quase sempre, me dizendo que eu ia dar um jeito de fazer o meu trabalho, a uma menina que trouxe Bisa Bia Bia Bel pra eu ler porque ela achava que a professora de português tinha que ler esse livro ( ela tem razão. TODO MUNDO tem que ler), a uma  menina que  disse que eu a inspirava ( ela não usou a palavra com o sentido correto, mas eu entendi o que ela quis dizer) e só.

Vou rever agora dois filmes americanos sobre escolas complicadas e professores incríveis. Às vezes, acho que esses filmes são um desserviço. Sempre me sinto uma imbecil depois de vê-los, porque eu não sou uma estrela de Hollywood e nem tenho talento pra salvar a pátria. Às vezes, acho que são filmes lindos e inspiradores. Nunca me decido...

Vou lá rever " Escritores da Liberdade" e " Sociedade dos Poetas Mortos".

4 comentários:

Luciana Nepomuceno disse...

Eu gosto. Mesmo sabendo que eu não dou conta fico feliz de saber que alguém dá, heheh.

Palavras Vagabundas disse...

JU,
Escritores da Liberdade é um dos filmes mais bonitos que eu já vi, sempre me emociona.
bjs e Bom Domingo!
Jussara

Cheshire cat disse...

Você já assistiu "Entre os muros da escola"? Esse sim dá um aperto no coração e um pouco de raiva até.

Manu disse...

Oiiiee.... passando por aqui de vez em quando né?! hehehehehe

olha, eu tb acho que todos devem ler Bisa bia, Bisa bel.... foi o meu primeiro livro e AMEI...

bjokas