quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Mais gravidices

Meu sonho de consumo é um blog de grávida.  Leio vários: de recém- grávidas, de mães de bebês recém-paridos, de pai que cuida da prole. Sonho com o dia em que encerrarei o Fina Flor e terei meu próprio blog de mãe. Tem até nome: a Mãe da Alice (ou Cecília). Porque eu terei uma filha e ela se chamará Alice (ou Cecília); não importa se o pai ( que nem sabe ainda que será pai da criança) quiser dar o nome da bisavó dele à menina, não importa se a criança for do outro sexo. Não quero saber! Serei mãe de uma Alice ( ou Cecília).

Enfim, como o dia em que o Fina Flor dará lugar a um blog de mãe está longínquo, longínquo, tenho aproveitado que todas as mulheres que conheço estão grávidas pra tentar investigar o máximo possível sobre os mistérios da gravidez. Tá certo que nem tooooodas as mulheres estão grávidas, mas que eu conheço umas seis, ah, conheço. Uma delas inclusive vem almoçar na minha casa quase todo dia sob a desculpa de que anda indisposta, indisposição essa que torna o cabo da panela muito pesado, tadinha. Nessa minha observação do comportamento da grávida que vem filar a comida da minha casa, descobri algumas coisinhas que quero dividir com vocês. Anotem aí:

1- Simpatias  pra descobrir o sexo do bebê e ultrassonografias não colaboram uma com outra.

Assim que a grávida anuncia que há uma criança dormindo ( bebês não nascidos dormem?O.o) em seu útero, surgem dezenas de pessoas muito gabaritadas nas artes da adivinhação. É um tal de esconder colher embaixo de travesseiro, contar data da última lua cheia combinada com a última menstruação, analisar o grau de escurecimento do sovaco da grávida ( agora que me dei conta de que nunca tinha escrito " sovaco" na vida). Tudo muito divertido, até o momento em que a grávida vai fazer o ultrassom e o bebê não é uma menina e sim um menino. E agora? Faz o que com o nome e os apelidos todos que a ... ops... o menino já tinha? Faz o que com todo o enxoval rosa que está lá na prateleira esperando pra ser trazido pro quarto que seria rosa? E eu faço o que com as bonecas de pelúcia que só não foram pro lixo na última faxina porque as simpatias diziam que eu teria uma prima? Vou te contar! Esses adivinhadores foram todos alunos da Trelawney em Hogwarts!

2- Grávidas não precisam de blush.

Na verdade, eu acho que ninguém precisa de blush. Sou a favor de  que se coma brócolis e de que se  tome sol a fim de as  bochechas fiquem  rosadas. Muito mais eficiente! Mas já que inventaram essa praga que pouquíssimas pessoas sabem usar direito, chego à conclusão de que as grávidas ganharam o privilégio de dispensar o blush ( e o brócolis, embora  não seja aconselhável, né? Brócolis é tão gostoso e tem tanta coisinhas boas dentro daquelas florezinhas.). Dias desses, olhei bem pra cara da grávida que será mãe do meu primo ( e não da minha prima), passei o dedo na bochecha dela e perguntei: " Cadê a oleosidade que estava aqui? Cadê os cravos e as manchinhas? Por que sua cara tá assim linda se você nem tirou as ramelas do olho ainda?". Eu acho que esses hormônios são uns injustos!


3- Grávidas fazem barulhos engraçados.

Conselho simples: não deixe seu ouvido perto da barriga de uma grávida. Não sei se são todas, mas a barriga da que convive comigo faz uns barulhos muito assustadores - e eu não tô falando desses barulhinhos que todos nós fazemos, não. Estou me referindo a verdadeiros arrulhos, muito apavorantes, que cortam o silêncio da noite e te fazem pular de susto ( Se bem que eu sou do tipo que quase cai dura quando o celular vibra dentro da bolsa...). Tomem cuidado! Depois não digam que não avisei!


Em breve, voltarei com outros resultados da minha pesquisa. Inté!


2 comentários:

Luciana Nepomuceno disse...

Eu seria mãe de Alice se não fosse mãe do Samuel...

Felipe Fagundes disse...

Nem uma simpatia colabora com uma outra simpatia qualquer. São muitas! Deveria ser uma só, aí não iam cair em contradição. Essa do "sovaco" é nova pra mim o.O

Não reparei nesses barulhos loucas quando minha irmã engravidou (2 vezes). Melhor sua amiga ir no médico rs

Torcendo para seu futuro bebê não ser um menino, vai ser muito traumático pra você não poder colocar o nome de Alice (ou Cecília) - a menos que você ponha esse nome assim mesmo, o que você deu a entender que vai fazer mas DUVIDO! É muita loucura, tadinho do menino :P