sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Muito vivida

Hoje veio aqui em casa uma amiga da minha mãe que me conhece desde que eu tinha 9 anos. Daí que quando ela chegou, eu banquei a anfitriã, botei a mesa, paguei a pizza, até me  lembrei dos guardanapos  e dos copos azuis e bonitos. E ficamos lá conversando, a amiga da minha mãe, o marido dela, a minha mãe e eu. Um papo daqueles sobre família, tramas sórdidas, grana e escrúpulos. Eu, claro, chocadérrima, de olhos arregalados, com as mil faces da natureza humana. Sempre me choco.  Eis que a amiga da minha mãe vira e me diz: " Ah, Juliana, mas você não conhece as pessoas? Você, uma mulher vivida!"

O tempo parou no momento em que ela disse MULHER VIVIDA. Amei.

Agora sou uma adulta de verdade.

Um comentário:

Lia disse...

Mulher Vivida!!! que forte ^^