segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Hoje. No refeitório.Eu ia passando pela fila dos alunos do sexto ano, quando uma delas me enlaçou pela cintura, encostou a cabeça no meu ombro, suspirou: " Ai, professora!". Fui pega de surpresa, mas devolvi o gesto na medida que aquele suspirinho pedia. Passei a mão no cabelo dela e quis saber o porquê de tanto desamparo. 

" Cólica, professora!".  Não era só cólica, eu sei. Eu queria  que essas crianças fossem personagens do conto de fadas que eu escreveria  se pudesse. Todas as tramas seriam felizes.



E confesso: queria ser igualzinha a minha aluna. Eu, agora, também laçaria um abraço pra mim. Sou bem menos corajosa.





Um comentário:

Lia disse...

Eu tbm sou menos corajosa!