domingo, 16 de outubro de 2011

O filme é uma bobagem sem tamanho, Mallu Magalhães me dá um soninho, mas eu bem gostei dessa daqui:


Para e olha pra mim
Para e deixa pra lá
Deixa eu entrar em você por algum olhar
Deixa eu gostar de você
Teus medos posso curar
Deixa eu levar tua vida pra outro lugar
Para e olha pra mim
Vê que já basta olhar
Deixa eu plantar um carinho no teu peito inquieto

Nenhum comentário: