sábado, 31 de dezembro de 2011

Querido 2011,



Eu queria que tivesse sido melhor; eu deveria ter feito com que fosse muito melhor. Não fui capaz de abandonar medos, não fui capaz de assumir meus desejos, houve dias em que a angústia me soterrou. Fiz escolhas erradas, gastei mais do que devia, me fiz de vítima.

No entanto, você, querido 2011,  me estendeu um leque de oportunidades, tal qual um tabuleiro de baiana, e  pude escolher as alegrias que eu quis. Mais tarde, às 23h59, quando eu olhar pro céu mais bonito do mundo, vou me lembrar do quanto seus 365 dias foram generosos comigo.

Obrigada.

***

2012, pode vir com tu-do!

***

Resoluções? Só uma: nunca usar calças de couro como as do Ross. (Não entendeu? Como assim você não sabe quais foram as resoluções de Ano Novo do Ross?)


Planos pra 2012: Alguns. Dentre eles, voltar a comer brócolis, cenoura e iogurte todo dia porque tô com saudade de ter cabelo sadio e pele que não precisa de maquiagem.

***

Pessoas queridas que aparecem por aqui, sou adepta de querer o bem das pessoas todos os dias, mas  já que o calendário tá aí nos convidando a fazer desejos, eu aproveito pra  desejar, sabe, as maiores, as mais possíveis, as  mais- mais -mais felizes, as melhores coisas da vida pra vocês.


3 comentários:

Palavras Vagabundas disse...

Pequenas resolusões de ano novo sempre têm tudo para dar certo!
Feliz 2012 com Paz e Saúde!
beijos carinhosos
Jussara

Larissa, Lara, Lalá, .... disse...

Feliz 2012!!!! e que todos os seus sonhos se realizem!!!!

Tina Lopes disse...

Feliz Ano Novo êÊÊ