quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Eu me viro bem sozinha. Não preciso que façam as coisas por mim, não preciso que tomem conta de mim,  não preciso que digam " olha, você tem que ir ao médico ver esse ouvido". Ao médico, eu vou. Remédio, eu tomo - coloco até alarme pra não esquecer a hora.

Eu levanto no meio da noite, com o ouvido ardendo de tanto doer, acho o analgésico, coloco uma toalha quentinha onde pulsa e dói, sento na cama e espero a dor passar. Analgésicos dão um jeitinho na dor, é só esperar. A médica vai me atender amanhã. Devem estar nascendo outros fungos no ouvido. A médica me avisou que fungos são bem chatos e que eu teria de ter paciência. A minha paciência é a maior do mundo.Eu me viro bem sozinha.

Em madrugadas como essa que passou, eu gostaria apenas que alguém me fizesse um chazinho de morango enquanto o paracetamol fazia efeito. Não precisava perder o sono junto comigo.Eu não seria uma boa companhia mesmo; dor no ouvido não é um bom catalisador pra conversas. Eu acharia bem bom que me dissessem assim: " se precisar, pode me chamar". Eu receberia a caneca de chá morno, daria um sorrisinho de agradecimento e seria quase feliz. Simples e fácil.

6 comentários:

Rita disse...

Ah, querida, que saco isso aí, hein. Tomara que a médica descubra logo um caminho rápido e eficiente para livrar você desse incômodo todo. Torcendo.

Bj
Rita

Cristiano disse...

Nossa isso deve doer...
Melhoras!

Maeve disse...

...

:'(

Cheshire cat disse...

Nunca tive fungos mas já tive uma infecção brava no ouvido e olha... toda minha solidariedade para você :(

Peterson Quadros disse...

Poxa, também sofro com meu ouvido... Nos últimos tempos tenho ido ao médico e ele diz que estou curado. Acho que já virou tique nervoso...
Bom, espero que você melhore logo ou nesse meio tempo encontre alguém para fazer o chá de morango. Obrigado pelo texto e abraços...

Pan disse...

É tipo eu quando tirei o siso. Sentia uma dor tão grande que minha vontade era ficar dopada pra não sentir. E queria companhia. Por sorte, namorado foi bem companheiro :)