sábado, 21 de janeiro de 2012

Pesquisinha informal



Ei, vocês aí, todo mundo domina as novas regras do Acordo Ortográfico?

Eu  fico aqui no mundinho de quem  tem as regras penduradas no mural do quarto e usa o dicionário SEMPRE, então acho que todo mundo respira, pisca os olhos e sabe que "onomatopeia"  não tem acento.  A cada dia descubro alguém que sabe das mudanças, mas vive como se elas não fizessem parte da vida, sabe. Uma amiga tava dizendo que o novo acordo é uma traição conosco, pessoas alfabetizadas há anos, porque faz com que nos sintamos anciões antes do tempo. Eu, por força do meu trabalho, não tenho muitas opções: um "anti-social" que me escape vira motivo de condenação, portanto já me habituei às novas regras. Consegui chegar num patamar  ( depois de muito sangue, suor e nenhuma cerveja) em que  a velha ortografia salta aos meus olhos e,em caso de dúvida, me agarro ao Aurelinho da estante ou ao Houaiss aqui no computador. Contra a  minha vontade, superei a fase do " Quero que  aquilo que a tia do C.A. me ensinou continue valendo!".

E vocês, digam pra mim sem pudores: ainda morrem de saudade do hífen de "autoescola" e do trema de"linguiça"? 

( tirinha de gosto um tantinho duvidoso, mas eu achei engraçadinha, vai! =p)


P.S.: Se alguém estiver perdido ainda, eu acho esse resuminho aqui bem útil.

No site da ABL, tem o sistema de busca no Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa. Não sabe como se escreve uma palavra? O dicionário diz que a palavra que você quer  não existe, mas você tem certeza de que já viu em algum lugar? O VOLP pode te ajudar.

7 comentários:

Cíntia Mara disse...

Vou confessar uma coisa: Eu NUNCA soube as regras pra uso do hífen. Agora estou aprendendo algumas. Já sei que antirromântico se escreve de uma forma bem feia e antirromântica, por exemplo =P O Google que me salva, meu dicionário é de 1996, não ia adiantar muito nessa hora. As outras regras acho que são mais fáceis, aos poucos fui assimilando, apesar de ainda não saber todas.

Rita disse...

Já me acostumei, o que não quer dizer que não me atrapalhe, principalmente com o hífen. Na dúvida, pesquiso. Vou nas suas dicas agora. :-)

bj
Rita

Luciana Nepomuceno disse...

Eu sou das que segue, incólume e indiferente às novas regras (me julgue).

Eu não tenho saudade do trema, porque uso sempre. E, olha, ninguém vai tirar o pau da minha idéia. Tenho dito.

Inaie disse...

querida, eu sou semi analfabeta. Escrevo errado para padroes antigos, escrevo errado para padroes modernos. Aboli todos os acentos, nao uso mais cedilha - por que o meu teclado e estrangeiro e e um saco lembrar onde eles estao.

Podem comecar o apedrejamento...

Felipe Fagundes disse...

Não sei nada com nada. A situação é que a maioria das palavras que foram modificadas são raríssimas de aparecer. Eu, pelo menos, praticamente não uso. Acho que só aderi de verdade a regra que tirou o acento de "ideia". O resto, aprendo quando preciso.

PS: Eu ri da piadinha infame da linguiça rs

Cheshire cat disse...

Haha, eu também ri da piadinha.

Acho a ausência do hífen um tanto antiestética (aí, olha que feio), mas do trema e do acento diferencial eu não sinto a menor falta.

Luana disse...

Confesso que nao deixei de escrever no meu portgues arcaico.. eu uso hifem, continuo com os acentos... isso porq eu nao escrevo nada oficial em Portugues.. mas quando precisar vou sofer pra aprender