quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Vox

Eu tenho esse complexozinho ( é bem inho, mas tenho) com  a voz. Sempre tive. Minha voz é infantil demais, docinha demais, estridente demais. Minha voz não combina comigo.

Um dos meus esportes favoritos é confundir as pessoas que não me conhecem pessoalmente. Já perdi a conta das amigas da minha mãe que disseram assim: " Ué, é a Juliana quem tá falando?". Porque minha mãe diz pras pessoas que tem uma filha de quase 30 anos, obviamente. Aí as amigas ligam pra cá, eu atendo, digo que sou a Juliana e a pessoa fica sem entender.

Acontece muito também de eu enganar atendentes de telemarketing. Basta mudar um pouco a entonação e o " minha mãe não tá em casa " se torna muito convincente. Sou craque nessa arte de driblar atendentes de telemarketing.  Só me irrito um pouco quando ligam pra cá querendo falar com a Juliana e não se convencem de que sim, sou eu mesma.  Quer me matar? Ligue aqui pra casa e faça a seguinte pergunta: " Sra. Juliana, a senhora é maior de idade?". Juro. Juro. Juro que já ouvi essa pérola  muitas e muitas vezes. Muitas. Sério.

E tem o alunos. Além de ter voz estridente, eu falo alto. Sou daquelas pessoas cuja voz se ouve dois andares acima, que fala na sala e lá no portão todo mundo tá sabendo qual é o assunto. Eu sei, eu morro de vergonha também, mas tudo cansa nessa vida, então cansei de ter vergonha e agora rio quando alguém reclama da barulheira que eu faço. Bem, e os alunos? Vamos lá, tentem se colocar no lugar deles nos momentos em que eu me empolgo, me irrito, quero matar um deles. Não é legal ,né?

Mas eis que hoje, no fim da aula, uma aluna ( adulta ) que eu nem conheço direito ( o pessoal só começou a chegar mesmo depois do carnaval) virou pra mim e disse:

- Professora, eu tenho que te falar uma coisa. Sua voz... ( nesse momento, eu já fechei os olhos esperando a apunhalada. Toc!) Sua voz é linda. Linda demais.
- Minha voz???
- É linda, professora. E a senhora fala firme. Não dá moleza pra esses moleques ( a garotada das turmas da noite é legal, mas não é fácil). A senhora nasceu pra isso...

Bem, eu nem ouvi o resto. Saí pela porta, cantando e dançando,  explodindo de felicidade, jogando confete pelo ar. Mentira, eu agarrei a aluna e  dei um beijo de esmagar a bochecha nela. Mentira de novo. Eu agradeci, sem jeito, catei as minhas coisas e vim correndo contar isso aqui.

Ela achou minha voz linda, gente!  Acho que já sei quem tem aprovação garantida em português no fim do ano... (assovia).

P.S.: Dá pra ouvir a minha voz aqui e aqui.


2 comentários:

Páginas Da Minha Vida disse...

Juro que a minha voz é mais fina e infantil que a sua :/

bjs

Daniela disse...

Sua voz é ótima, seu sotaque é ótimo. Af, adoro sotaque carioca...rs. E sempre sofri com isso de ter voz infantil, embora a sua ganhe da minha super disparado :p