sábado, 24 de março de 2012

Toda beleza

Parem as máquinas. Parem o tempo. Parem o mundo.

E deixem que só ela cante:



Deusdocéu!

Nenhum comentário: