quarta-feira, 23 de maio de 2012

Há no meu celular umas 200 fotos do Vinícius.  De vez em quando dou uma olhadela nelas. Demoro o olhar naquelas mais lindas por pura necessidade de revê -las. Tudo o que diz respeito a ele chega até mim como uma necessidade.

Vinícius me fez chegar a uma conclusão: não posso ter filhos. Se um menino que não é meu me comove, me afeta, me inunda de tanta beleza, não sobreviverei a filhos meus. Quando der por mim, já terei morrido de tanto amor. Sem metáforas.

Os segundos param quando Vinícius sorri.

5 comentários:

Rita disse...

Óin.

Chorei dias, de pura emoção, quando Arthur nasceu. Quer dizer, também chorei de dor com o leite empedrado, mas isso foi nos primeiros dias. Depois era só emoção mesmo.

Sigo comovida.

Bj
Rita

Inaie disse...

acho que o Vinicius está aí para mostrar o quanto voce "precisa" ter filhos. Por que esse amor todo não pode ser desperdiçado. :-)

Vanessa Carneiro disse...

Eu assumo o risco. Quero filhos meus. Chega de pensarem que sou mãe dos meus primos :)

Páginas Da Minha Vida disse...

Que não pode ter filhos o quê...claro que pode! ninguém morre de amor, e amor demais não faz mal.Acho que você vai ser uma ótima mãe ^^

bjs

Tina Lopes disse...

(a gente que é mãe lê essas coisas e não consegue deixar de jogar os olhos pra cima e fazer tsc, tsc)