sábado, 28 de julho de 2012

Se o meu notebook não estivesse morto, haveria aqui um longo post sobre as Olimpíadas. Como só me resta esse aplicativo do blogger, venho aqui só pra dizer que desde 1996 - os primeiros jogos de que me lembro de fato - dias como estes são mágicos. 

Tudo é lindo : a abertura, a competição, aquele monte de gente dando o sangue por um objetivo. Tenho um respeito especial por atletas. Tem como não ficar besta com pessoas que se preparam, que se dedicam, que não se borram de medo e saem correndo  diante de um desafio imenso?  Sou uma romântica no que diz respeito a atletas, em todos os sentidos.

Por isso chorei com os pódios do judô,  chorei quando o Felipe beijou o tatame ao fim da luta, chorei quando a danada da Sara ganhou.

Por isso adorei ver Thiago Pereira ( o barba-por-fazer mais delicinha do Brasil) ganhando medalha e soando bem mais modesto ao ser entrevistado.

Por isso tive vontade de consolar o Diego depois daquela queda.  Vi uma entrevista em que ele pedia desculpas e dizia ter amarelado.  Eu diria pro Diego que um cara como ele, que se pendura naquelas argolas e fica de cabeça pra baixo,  que foi duas vezes melhor do mundo,  jamais deveria pedir desculpas por ser humano e errar.

Por isso quase morri  no vôlei de quadra.  Torci  muito pra que a maquiagem daquelas turcas-todas-lindas derretesse.  Estive perto do infarto  quando a diferença de 8 pontos desapareceu num pisca de olhos.  Tive de desligar a tevê porque perigava quebrar um dente de tanta tensão.

Por isso vi um pouquinho de futebol e basquete apesar de considerá -los esportes entediantes.

Por isso passei o dia com o celular na mão,  tuitando e lendo tudo que o povo tuitava. 

Por isso suspiro pelo monte de homem bonito que tá lá em Londres.  Kobe Bryant e Mamute, minha torcida é de vocês!

Por isso tô louca pra dormir e acordar logo.

P.s.:minha mãe me lembrou hoje de que nasci num ano olímpico, e eu tô vendo significados ocultos e especiais nesse dado.hihihi

P.s.de novo: me avisem se encontrarem algum erro nos posts. Escrever no celular tem sido um desafio e tanto. =)

5 comentários:

Lia disse...

Que bonito Ju... eu sempre choro quando os ginastas erram, eles me parecem tao sofridos!! sempre... =(

amanda. disse...

só tenho uma coisa a dizer: QUEM TE VIU QUEM TE VE EIM DONA JULIANA!

antigamente, tão arisca quanto a ter um blog e agora: POSTADO.DO.CELULAR!

<3

Cheshire cat disse...

Eu lembro muito da Olimpíada de 92, Brasil medalha de ouro no vôlei masculino, eu convencida de que o Giovane Gavio seria para sempre o homem da minha vida. E Barcelona, que daquele ano em diante ficou no meu coração para sempre.

Felipe Fagundes disse...

Estou completamente por fora das Olimpíadas desde... sempre. Mas você merece uma medalha de ouro por postar no blog pelo celular. Muito guerreira! oO

Palavras Vagabundas disse...

Também adoro Olimpíadas! Fico vendo tudo que posso.
Mulher guerreira fazendo post pelo celular, parabéns!
bjs
Jussara