quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Se você se chama Juliana, não tem o direito de falar nada a respeito do nome de ninguém. Juliana é o"Maria" da minha geração. Darei a vocês dez segundos pra que possam calcular quantas Julianas vocês conhecem? 10.9.8.7... Viram? Vocês conhecem pelos menos umas 3 Julianas. Uma coisa que uma Juliana aprende cedo na vida é não ter exclusividade.

Feita toda essa introdução dramática, vamos ao que eu queria dizer mesmo: Por favor, futuros mães e pais,existem muitos nomes possíveis pra seus filhos, muitos mesmo.  Por favor, o mundo não precisa mais de Mateus, Lucas, Gabriéis , Pedros, Jéssicas. Facilitem a vida dos futuros professores dos seus rebentos.

Fiz um pequeno apanhado dentre os meus novos alunos adolescentes:

2 Andrews - Um em cada turma. Nunca sei quem é de qual turma.

5 Jéssicas -  " O nome dela é Jéssica/ eu já falei pra vocês/ Ela é a coisa mais linda / que Deus pôde fazer"

12 Pedros - Tem Pedro Henrique, Pedro Ivo, Pedro Miguel, Pedro só Pedro.

Aproximadamente 15 Anas - Tem Ana de todo tipo- Clara, Luiza, Helena, Paula, Letícia.

Uns 500 Gabriéis- Todos os meninos de 12 anos desse mundo têm nome de anjo, meu Deus! Hoje, na dúvida, chamei um menino de Gabriel e adivinhem... Acertei.

4 Carolines

5 Mateus

1 Sandy

Sim, uma das minhas alunas se chama Sandy. E devo dizer que, como uma digna representante da geração dig dig joy, é incrível estar lá fazendo a chamada e de repente chamar por uma Sandy. 




12 comentários:

Cíntia Ribeiro disse...

Foram poucas as vezes que eu encontrei alguém com o meu nome. Uma colega do cursinho, da qual nunca mais tive notícias, e uma do trabalho que eu nem conheço. Mas... Minha irmã mais nova chama Jéssica. É o Maria de quem nasceu no início dos anos 90. Quando ela era mais nova, até eu me perdia decorando os sobrenomes de todas. Na minha época, eram os Thiagos, os Rafaeis, as Camilas e Alines.

Lilian disse...

medo, medo, MUITO medo.

quando for a ditadora do universo, vou proibir qualquer outra pessoa de se chamar Lilian. ninguém vai poder usar meu lindo e santo nome. HAHAHAHAH

Felipe Fagundes disse...

Sabe que de Juliana eu acho que só conheço você? De Felipe tem um monte. Teve uma época que teve TRÊS Felipes no meu trabalho. TRÊS no meu ginásio. Um na faculdade, que na verdade é Luiz Felipe mas prefere ser chamado de Felipe. Mais dois na minha igreja. Isso é ridículo. E eu me chamaria João (!!!) Augusto, mas minha mãe mudou na última hora...

Cheshire cat disse...

Hahahaha eu conheço uma penca de Julianas mesmo. Meu nome nunca foi moda, conheço pouquíssimas Paulas (se bem que Ana Paula tem de monte). E se tem nome que eu implico nos meus alunos são esse italianados tipo Luigi, Pietra, Enzo. São praga em colégio particular.

Fernanda disse...

É, já conheci muitas Julianas ao longo da vida... estudei com várias, rs. Mas conheço Julianas de várias idades diferentes.

Isso aí é uma coisa que eu gosto no meu nome: não é nada estranho, tipo Kessillyn Karolina (o nome de uma menina que nasceu na maternidade no mesmo dia que meu primo, nunca esqueci) ou Keytty (juro, vi numa revistinha da EBD certa vez, e tenho dó da pobre portadora desse nome até hoje), mas também não é um nome super comum. Na escola, por exemplo, nunca estudei com nenhuma outra Fernanda. Nem sempre tinha fernanda na turma, e quando tinha era tipo, uma só. O que é bom, rs...

Alguns dos nomes mais repetidos da minha geração: Beatriz. Estudei com umas 500 Bias. Ana Alguma coisa ou Ana só Ana, o nome mais comum eternamente. Juliana, mesmo. Já pros meninos, era Felipe, Rafael, Bruno.. vários! ;)

Nomes exclusivos seriam legais, rs... desde que não fossem esquisitos.

Deise Luz disse...

Também passo por isso com os nomes super repetidos dos meus alunos, durante as chamadas. Às vezes vou no automático: Michele (presente!), outra Michele (presente!), Mateus (presente!), Mateus de novo (presente!), rs

Tem uma menina matriculada numa turma que se chama Agatha Christian, mas nunca apareceu. Uma pena, porque eu adoraria confirmar se foi inspirado na escritora.

Rita disse...

Hehehe na dúvida chamar Gabriel e acertar é ótimo.

Luana disse...

quase nenhuma luana passou pela minha vida e quando passou a luana em questao tinha nascido no mesmo dia e mes que eu... Quais as chances?

Anália disse...

Oi, Ju!

Acho que por onde ando Juliana não é tão comum... A única que conheço é uma prima pelo menos 10 anos mais velha que vc.
Mas sabe que é duro ter nome mais diferente? Cansei de ser chamada de Amália, Amélia, Natália... Vc fala seu nome e a pessoa fica com cara de ué... Inda bem que abriu um shopping em São Paulo chamado Anália Franco, agora me apresento "Anália, como o shopping Anália Franco". Facilitou bem! :0)
Meu filho se chama Mateus e tem uma história antiga para isso. Mas sabe que nunca pensei em chamá-lo por outro nome? Pelo menos ninguém vai errar o nome dele, eu pensava... Tolinha: agora as pessoas perguntam: "é com h ou sem h?". A resposta malcriada "é em português, oras!" Estranhamente na classe dele só tem um Mateus, vai entender!
Bjs,
Anália

Inaie disse...

nao sei se rio ou se choro. Se você é a Maria da sua geração, eu devo ser a Agnalda, por que cresci tendo que repetir o meu nome 1000 vezes até alguem entender. isso quando eu ainda morava no Brasil. Quando me mudei, a coisa piorou muito, por que além de ter que repetir, as pessoas continuavam nao entendendo. Imagine a minha surpresa quando cheguei no Oriente Medio e todo mundo acertou meu nome de primeira...hahaha

Agora me explica por que andam chamando as pobre criancinhas de ANDREWS???? O que é isso?

Juliana disse...

cíntia: minha prima escapou por pouco de ser jéssica. o pai dela não quis o nome, alegando que era nome de cachorro. veja só!kkkk

lílian: eu adoro juliana e queria ser a única no universo todo. =p

Felipe: joão augusto? Prefiro Felipe! =p


Paula: conheço os irmãos Eike e Enzo! hihihi


Rita: já posso tentar a loteria! kkk


Luana: eu conheço uma juliana, que tem o mesmo sobrenome que eu, nasceu no mesmo mês e mesmo ano, estudou na minha faculdade e ainda é amiga do meu amigo. Medo!kkkk



anália: e cantavam pra vc: " eu vou pra marancalha, eu vou/ eu vou convidar a anália, eu vou"? heheheheh Eu sou uma juliana que , apesar do nome comuníssimo, tem uma história legal por trás dele.


Inaie: vc finalmente se achou,né? eu nunca tinha conhecido um andrew e não sabia como pronunciar. os meus dois alunos são " andriu"

Anália disse...

OI, Ju! É claro que cantavam. Eu odiava com todas as forças, até porque eram aqueles amigos do meu pai que diziam que queriam casar comigo, credo! Pq assustar assim uma criança???
Bjs,

Anália