sábado, 19 de janeiro de 2013

Cinco coisas que...

... não fazem sentido:

1- sempre acho estranho quando alguém me chama de Juliana. É o meu nome, eu sei. Um nome bem lindinho, aliás. Eu digo Oi, prazer! Sou a Juliana! Eu assino Juliana. Juliana é ótimo. Mas na minha cabeça, eu sou a Ju. Os e-mails que recebo começam com Ju, Paulo Victor levou um bom tempo pra saber que Ju e Juliana eram a mesma pessoa, os vendedores nas lojas me chamam de Ju. Aí, quando alguém fala Juliana, eu estranho.

2- Até pergunto as horas pras pessoas na rua, mas nunca acredito no que elas dizem. Quem me garante que  aquele sujeito  sabe ajustar o próprio relógio? Quem me garante que aquela moça não tá nem aí pra chegar atrasada? E se o relógio na parede daquela loja tá parado há anos? Não acredito no relógio de ninguém; só no meu.

3-Não consigo trabalhar de porta aberta. Como meu trabalho envolve compartilhar uma sala com umas 30 pessoas, passo os dias dizendo: Sai e fecha a porta! Fecha a porta aê, por favor! A porta! A turma mais legal que tive era tão legal que eu nem precisava dizer nada. Era só eu olhar pra porta aberta que alguém ia lá e fechava. Portas abertas me deixam nervosa, me fazem perder o raciocínio.Não sei lidar.

4-Adoro picles de pepino, mas detesto pepino in natura.

5- Meus períodos compostos  têm 3 orações sempre que possível. Se dou exemplos, cito 3 exemplos. Mas detesto os três pontinhos, as reticências. Aliás, o uso inadvertido das reticências me enlouquece. 


***

Tô montando uma brincadeirinha pros meus novos alunos e resolvi brincar aqui antes. É tão divertido fazer listinhas.

12 comentários:

Lilian disse...

Viramos cobaias agora?

Também detesto que deixem a porta da minha sala aberta, mas frequentemente eu tenho que me levantar e ir fechar, porque tem gente que não foi educada a fechar as portas das salas que estavam fechadas quando eles entraram, sabe. ¬¬

Gosto de pepino in natura. Mas pepino de picles me lembra algum tipo de lesma, tenho nojinho.

Cíntia Ribeiro disse...

1. Eu nunca me acostumo a ser chamada de Cíntia Mara ou de Cí. Só uma pessoa me chama de Cíntia Mara e conto nos dedos as que eu deixo abreviar meu nome, então, quando outra pessoa chama, acho super estranho.

2. O relógio do meu cunhado parou em 3:40. Só que ele é metido e continua usando, então as pessoas perguntam e ele responde. É sempre 3:40.

3. Às vezes eu queria ter uma sala pra trabalhar.

5. Eu adoro reticências, mas...... não desse jeito.... insuportável.... que as pessoas usam...... na internet.

Juliana disse...

posso trabalhar com vc, Lilian! eu SEMPRE fecho a porta. hihihi

Juliana disse...

Pessoas como seu cunhado fomentam minha paranoia, cintia! kkkkk

Luana disse...

"4-Adoro picles de pepino, mas detesto pepino in natura." - Somos duas!!!!

Tati disse...

Também acho super estranho quando me chamam de Tatianne. Só minha mãe com raiva, minha sogra e minha chefe me chamam assim. Quando me apresento digo, Oi meu nome é Tati.
Não tenho problema nenhum com as horas kkkk Achei engraçado isso. Nunca vi ninguém com esse problema kkkk
Tb odeio porta aberta!!! Se existe porta é pra ser fechada oras bolas, se o lugar fosse pra ficar aberto, não tinha porta.
Eu adoro reticências. Devo ter te enlouquecido algumas vezes, porque adoro reticências e exclamações kkkk
Bjo, adorei a brincadeira!
Tati

Inaie disse...

Eu fui lendo, fui me identificando, fui curtindo o texto até chegar na reticências.
Eu adoro usar reticências...

Annie Adelinne disse...

1 - Eu tenho um trauma de infância: não tinha um apelido. Isso porque ODEIO que me chamem de Aninha, afinal de contas, Ana é a minha irmã, eu sou a Annie. E é um nome que não abre muito espaço para apelidos. Até que chegou o ensino médio e eu virei Honey. Me senti realizada, mas acabou, porque eu fui a única da minha turma que passou no vestibular, então não tinha quem passasse o apelido adiante.

2 - Eu NUNCA vejo as horas na rua, principalmente se eu estou num ônibus e provavelmente estou atrasada, porque eu vou me desesperar com o horário sem poder fazer nada a respeito. Então eu simplesmente fico com a tranquilidade da ignorância.

3 - Eu agora trabalho na sala da minha chefe. Tem ar condicionado, porta fechada, mas às vezes eu fico preocupada com minha produtividade... É muita pressão trabalhar na mesma sala que a chefe =P

4 - Eu amo pepino, mas odeio picles, exceto o do subway. Você é mais coerente que eu hahahah

5 - Você conta as orações dos períodos compostos? Eu uso bastante reticências, mas odeio pontos infinitos como esses que a Cíntia mostrou. Reticências é ... O que passa disso é só irritante.

amanda. disse...

tem um amigo meu que toda vez que eu chamo ele pelo nome e não pelo apelido, ele me pergunta se eu estou brava hahaha acho estranho isso, porque eu nunca tive apelido. sempre fui "amanda", em todas as ocasiões.

eu adorei o post e tou pensando em fazer um no meu blog hehehehe

:**

Juliana disse...

annie, eu conto as orações pra que nunca haja períodos longos ( ou por que é uma necessidade obsessiva que tenho. hihihi)

amansa é um nome difícil pra apelidos. Faz, amanda! Faz!

Inaie e Tati, eu juro que não olho as reticências alheias!=p

Lilian disse...

Ju, fechou. Trabalhamos juntas e de portas fechadas! rs

Miriam disse...

Faz o maior sentido:

Me chamarem de Mi, pois quando me chamam de Miriam parece que estão brigando comigo.

Acreditar cegamente na hora que me informam. Nunca pensei na possibilidade de alguém mentir a hora ou estar com o relógio parado. Mas sei que a partir de hoje sempre vou lembrar de você quando perguntar a hora para alguém na rua.

Meu único problema com porta e de trabalhar de costas para Ela. Tenho medo de ser atacada pelas costas.

Adoro pepino de todos os jeitos. Amo picles e salada de in natura!

Quanto a períodos compostos ou reticências... sei lá...

Amei, Ju!