sábado, 27 de dezembro de 2014

Eu desejo que vocês tenham uma roommate como a minha, que faz coisas como essa com as próprias mãos e manda Papai Noel entregar.


Em breve, a porta do meu quarto será como a porta da Monica.

***

Meu amigo trabalha como Papai Noel. Na tarde do dia 24, ele trabalhou numa loja perto da casa da minha mãe. Minha prima e eu levamos as crianças pra verem o Papai Noel. Quando chegamos, meu amigo me chamou pelo nome. Meu coração disparou quando Papai Noel disse meu nome. Cês não têm noção.

****

Quando poderia imaginar que teria  o plano de passar  o réveillon na minha casa ( que não  é só minha, mas  vocês entenderam)? Minha mãe me perguntou: " você vai passar o réveillon na sua casa?" Inacreditável!

***

2014 tem sido de uma gentileza comigo. Não foi o ano perfeito, claro, mas foi manso. O ano dos encaixes. Todas as coisinhas que vinha desejando - e pelas quais estive trabalhando internamente há anos - aconteceram. Se máquinas do tempo existissem e eu aparecesse na frente da Juliana de dezembro de 2011 por exemplo, contando como tem sido a vida em 2014, ela daria gargalhadas gostosas. 

***
2014, o primeiro ano em que vivi sem minha vó. 




quinta-feira, 18 de dezembro de 2014



Acabou ano letivo de 2014. 

E, na medida do que é possível ser feliz no trabalho, eu fui feliz.

Prestem atenção que agora vou escrever a palavra mais maravilhosa da língua portuguesa:

FÉRIAS!

FÉRIAS!

FÉRIAS!

FÉRIAAAAAAAAAAAAS!

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Presente, presente, presente

Já é dezembro, faltam 10 dias pro natal e vocês já tavam achando que não ia ter sorteio esse ano, né?. Fiquei esperando que uma ideia sensacional aparecesse, gente! Pensei em contratar publicitários premiados,  ia chamar o Tony Ramos e o Roberto Carlos pra entregarem o presente mas nada rolou. Então, serei repetitiva.   Vou inclusive copiar e colar o texto do sorteio do ano passado. Tá tão bem explicadinho... Então, ó, mais uma vez:



  
        vou enviar um presente pra alguém que lê o Fina Flor

O esquema é o mesmo dos outros anos. Eu faço o sorteio, eu escolho o presente. À pessoa sorteada, caberá a tarefa mais legal: escolher alguém para ganhar um presente também. Serão dois presentados: o/a sorteado/a e a pessoa que ela/ele escolher.Ai, Juuuu, que máximo! Posso escolher a minha mãe? Posso indicar o porteiro do meu prédio, aquele fofo que recebe minhas encomendas? Posso indicar meu namorado e assim economizar a grana do presente dela? Não, quer dizer, pode... Ai, melhor explicar direito.  A pessoa sorteada deve indicar alguém  para ganhar um presente escolhido por mim, mas a pessoa indicada tem que ser alguém que tenha um blog ou leia blogsQualquer um que tenha blog, qualquer um que que leia blog? Você vai poder indicar qualquer pessoa que escreva em qualquer tipo de  blog ( não precisa ser leitor do Fina Flor, nem precisa ser um blog que eu conheça) ou alguém que goste de blogs. 

Um sorteio, dois presentes, simples assim.

Pois bem:

1- Vou sortear uma pessoa pra ganhar um presente. As chances de que algum de vocês receba um livro é gigantesca, viu!
2- A pessoa sorteada escolherá  uma outra pessoa, blogueira ou leitora de blogs, para a qual eu também enviarei um presente. A pessoa indicada não precisa ser leitora do Fina Flor e nem precisa ter um blog, mas precisa estar na blogosfera de algum jeito.
3- Deixem um comentário NESTE POST dizendo que querem participar do sorteio.
4- Sorteio no dia 30/12. A sorteada ou o sorteado deve entrar em contato até o dia 05/01. Se não houver nenhum sinal de vida dentro desse prazo, refaço o sorteio.
5- Peço aos leitores silenciosos  e àqueles que não têm blog que deixem um e-mail ou o twitter, para que eu possa avisar se forem sorteados.

6- O sorteio vale pra pessoas que moram no Brasil e fora dele, viu?
7- Não vale me escolher. Adoro ganhar presente, nada impede que vocês me encham de presentinhos,  sempre tenho planos de fazer um sorteio cujo prêmio seja me presentear, mas, desse sorteio, eu não participa.