segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Brincando de Resenhar: A Metamorfose

Se me perguntassem hoje qual livro mais triste que já li, eu responderia sem pestanejar : A Metamorfose, do Kafka. Terminei de ler num dia ensolarado, à  beira de uma piscina, com música animada ao fundo, mas o meu sentimento ao fechar o livro era de desalento. Tô até agora com um nó entre o peito e a garganta.  Suponho que quase todo mundo já tenha ouvido falar de Gregor Samsa e a sua transformação. Gregor é um moço trabalhador que acorda numa manhã e descobre que seu corpo se transformou no corpo de um inseto.


Eu li A Metamorfose pela primeira vez aos 15 anos, e, como aconteceu com muitos livros que li na adolescência, apaguei totalmente  da memória. Eu não me lembrava de nadinha, então foi como se eu tivesse lido pela primeira vez. E me pergunto como é que eu pude esquecer um enredo tão doído e um texto tão bonito. É  provável que  tenha enfrentado dificuldades com a linguagem, tenha pulado várias partes e nunca tenha apreendido a profundidade do sofrimento de Gregor Samsa. A segunda leitura foi fluída, apesar da sintaxe um tanto árida. Me vi dividida entre a curiosidade e o desconforto. Uma parte de mim queria saber logo o que aconteceria com o homem que virou inseto; a outra parte sentiu muita angústia diante da situação do Gregor. 

A experiência com esse livro foi tão intensa que peguei um Agatha Crhistie pra dar uma desanuviada. Há muito tempo não lia Agatha, até achava que não voltaria a ler mais nada dela, aí esbarrei em A Extravagância do Morto. Como resistir a Poirot e Ariadne Oliver juntos? O enredo é aquele esquema previsível de mansão+grupo reunido pra evento+ ricaços+ blá blá blá, mas tô gostando. Depois conto pra vocês se é legal.


 




3 comentários:

Luciana Nepomuceno disse...

Sofri um bocado com A Metamorfose. Me diverti (como sempre) horrores com essa Agatha aí.

Heli disse...

Não conseguiria ler um livro tão angustiante assim. Não nesse momento onde preciso tanto de leveza. No entanto, acabei de ler O Hobbit e os três livros de Senhor dos Anéis. Mas os achei tão gostosos!
Adoro Agatha! O Poirot é super! Bjs

Aline Aimée disse...

A Metamorfose é um dos livros da minha vida. Calou fundo na minha alma.
Kafka = ♥