quarta-feira, 29 de abril de 2015

Pensei que precisava do conforto que só vem de comida e me veio à cabeça cenouras  - raladinhas, com azeite, huuum... chego a sentir o cheiro. De onde tirei a ideia de que cenoura é comfort food?

Pensei em cenouras e em me enrolar na minha mantinha azul. Pensei em chorar um cadinho mais, depois levantar, ralar cenouras, fazer arroz fresco e comer quietinha. Emma deitada na sua caminha azul ali no canto da cozinha.

Pensei em muito silêncio e no gostinho de cenoura e azeite na boca.

4 comentários:

Georgia disse...

Morei longe de casa por um ano. Quando a dona do hotel notava meus olhos inchados e vermelhos no café da manhã, era certo que ao voltar pro almoço encontraria arroz com cenoura ralada... mas nunca era cenoura em cubinhos, como o da minha mãe e isso só me fazia chorar mais.

Maeve disse...

Comfot food...
Não me lembro de ter ouvido essa expressão... Poxa, tudo tem feito mais sentido agora...

Maeve disse...

Comfot food...
Não me lembro de ter ouvido essa expressão... Poxa, tudo tem feito mais sentido agora...

Juliana disse...

Georgia, até veio mais uma lagriminha depois desse seu comentário.