quinta-feira, 24 de março de 2016

Falta um pedaço

Os alunos são uns interessados na nossa vida. Querem saber se a professora tem marido, tem filhos, onde mora, por que não compra um carro. Eu particularmente sou um caso que deixa as crianças um pouco confusas. Sou uma mulher de "não tenho". 
Não tenho marido.
Não tenho filhos.
Não tenho carro.
Não tenho irmãos.

Mas o "não tenho" que mais causou comoção foi descoberto nessa semana. Um grupinho estava comentando o capítulo de uma novelinha infantil do SBT. A discussão rolava acaloradíssima, e alguém achou por bem pedir a minha opinião. Primeiro, eu disse que não conhecia a novela. Como assim, professora? Como assim? Todo mundo no universo e em todas as dimensões conhece essa novela.  Diante de tanto espanto, resolvi explicar o motivo da minha ignorância:

- É que eu não tenho televisão.

Silêncio. Todos  na sala olharam pra mim. Todos os olhos se arregalaram. Todas as bocas se abriram. Uma chuva de perguntas desabou sobre mim:

- Por que você não tem? Quebrou? Está no conserto? 
- Não, gente! É que eu me mudei, saí da casa da minha mãe e nunca comprei. 

Talvez se eu tivesse falado em grego, eles teriam entendido melhor. 

-Como assim? Como Assim?
- Gente, não tenho, ué. Não me faz  falta. Não gosto muito de novela, não vejo o jornal. Se eu quiser ver alguma coisa, posso achar na internet.

Minhas palavras entraram por um ouvido e saíram por outro. Continuaram todos chocados, e a televisão que não tenho virou tema do dia. Ainda tentei argumentar, explicar, mas decidi me calar depois de ouvir a sentença, proferida por uma criatura que ainda não chegou à segunda década da vida:

- Professora, você precisa de uma televisão. sua vida está incompleta.

P.S.: Eu não tenho netflix. Cancelei porque pagava e não usava.




11 comentários:

Cheshire cat disse...

Lá em casa a gente tem duas e só usa pra ver jogo de futebol. Super te entendo não ter TV, mas não ter netflix me espanta hahaha.

Tati disse...

Ai, Ju, imagino as caras dos seus alunos hahahaha eu passei por isso quando minha tv quebrou e eu não quis comprar outra. Mas era com os adultos mesmo... Não conseguiam conceber uma casa sem televisão, "e o que você faz quando chega em casa?" diziam. Eu apontava a quantidade de livro que eu tinha, falava da internet, mas não tinha jeito.

Beijos

Cíntia Mara disse...

Sempre que você fala sobre não ter TV eu imagino o Joey perguntando para onde os seus móveis apontam. Eu também não sentiria falta, mas não teria coragem de cancelar o Netflix.

Fernanda disse...

Eu tenho TV. Mas quase não assisto, mais. Tb não me faria falta, rs.

Qual era a novela da polêmica das crianças?? Haha...

Bjss

Juliana disse...

Cúmplices de um resgate.

Juliana disse...

A única série que eu assisto não tá no Netfli, então eu nem usava.

Juliana disse...

Minha mãe ficou aqui em casa uns dias e quase ficou maluca sem TV. Aqui até tem uma TV, mas não é minha e nao tem antena pra ser usada.

Juliana disse...

A única série que eu vejo não tá no Netflix, então eu pagava sem usar.

tenhoumalokadentrodemim disse...

mas, gente, chocada kkkkkkk

aqui em casa (da minha mãe, ainda) tem tv e tem tv por assinatura, assisto bem pouco e não faço parte da cultura de ficar zapeando eternamente e vendo pedaços de programas zzzzZZZ...

mas acho que quando eu mudar vou comprar tv porque tenho netflix, embora só use nas férias, rs, e os filmes que eu baixo pela net, gosto de ver na tela grande.

tô me sentindo um dos teus alunos, agora, conta da tua sala, como ela é mobiliada? HSHAUSHAUSH

Juliana disse...

Hahahahahah tem TV na minha sala. eu divido apartamento com uma amiga que tem TV, mas não tem sinal nem antena. Pra ter uma ideia, nem tem tomada por perto.

Chico Mouse disse...

Hahahah! A criançada não perdoa umazinha sequer....

(P.S.: tbm fiquei chocado de vc não ter netflix rs)