segunda-feira, 15 de maio de 2017

A vida e seus plot twists.

E também os eternos retornos. Em espiral, sempre.



Um comentário:

Luciana Nepomuceno disse...

Engraçado, olho pra minha e vejo quase nada disso. Vez ou outra tneho até um pouco de inveja, mas depois penso que não saberia lidar. Vou mais tipo o Zeca pagodinho, deixa a vida me levar, vida leva eu.